Total de visualizações de página

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

APÓS A VISITAÇÃO DO SENHOR

Então, entrou o rei Davi, e ficou perante o SENHOR, e disse: Quem sou eu, SENHOR Deus? E qual é a minha casa, que me trouxeste até aqui?


1 Crônicas 17.16


A linha de sucesso que acompanhou a trajetória de Davi tem muito a nos ensinar. Suas lutas, provações e a ação do Senhor, a qual o fez vencedor, podem ser iguais para todo aquele que serve, de fato, a Deus. Sabendo que o Altíssimo não tem preferidos (Rm 2.11), qualquer pessoa que ouvir atentamente Sua Palavra terá as mesmas condições dos outros que obedeceram ao Senhor nos tempos bíblicos. Deus espera que, hoje, nós Lhe sirvamos como fizeram aqueles em seus dias.


Primeiro, Davi se preocupou com a arca de Deus. Então, após trazê-la, ele compôs um salmo e nomeou Asafe e seus irmãos a ficarem continuamente perante ela, ministrando ao Senhor (1 Cr 16.37). O rei entendia o valor do louvor a Deus e o quanto adorar o Altíssimo é importante e produtivo para quem Lhe serve. Esse entendimento é capaz de revolucionar a vida de qualquer membro do Corpo de Cristo.


Depois, o rei disse a Natã, o profeta naqueles dias, que desejava edificar uma casa para o Senhor, pois a dele Deus o ajudara a construir. Tenho visto esse desejo surgir no coração de muitas pessoas. Algumas se empenham por levar uma igreja até sua região; outros sentem que precisam pagar os custos da construção de um templo. Isso prova que Deus sabe cuidar da Sua obra.


No verso 2 de 1 Crônicas 17, percebemos que o profeta Natã foi apressado, pois disse ao rei que este deveria fazer tudo o que estava em seu coração, pois Deus era com ele. Isso nos mostra uma lição para que não acreditemos em tudo aquilo que alguém que serve ao Senhor diga para nós, já que todos são passíveis de engano. A verdade é que, quando falamos a Palavra, sob a unção, o Senhor compromete-Se a cumpri-lA; mas, se dissermos algo de nós mesmos, Ele não nos honrará.


Naquela noite, o Altíssimo falou a Natã que não seria Davi o construtor da Sua casa, mas fez lindas e abundantes revelações sobre o que faria da casa do rei. Pelo relato, entende-se que Deus discorria a respeito da obra que Jesus realizaria por nós, levando-nos a participar do Seu glorioso plano de salvação. Fica evidente que o inimigo pode levar-nos ao erro, principalmente, quando o objetivo de Deus é maior.


Davi nem questionou a Palavra que o Senhor lhe enviara; de pronto, aceitou os desígnios divinos. Ora, é um grande equivoco não acatar as resoluções do Altíssimo, uma vez que o Senhor sempre sabe o que é melhor para nós. Quando Ele toma decisões, é sensato acatá-las; afinal, estar na vontade real de Deus sempre será a opção acertada. Quando cumprimos o mandamento divino, o poder celestial permanece ao nosso lado a fim de nos guardar e usar.


Por causa da decisão do Senhor, Davi declarou-Lhe que ficara animado (v. 25). Quem realmente é de Deus não chora quando os propósitos divinos vão de encontro aos seus, mas, com alegria, diz: “Amém”. Portanto, o certo é cumprir a soberana vontade do Pai.


Em Cristo, com amor,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email

PREGAÇÕES EM DVD

PRESENTEIE A QUEM VOCÊ AMA,EVANGELIZANDO COM AS MENSAGENS DOS NOSSOS CULTOS,FAÇA SEU PEDIDO ATRAVÉS DO NOSSO SITE www.igrejacvv.com.br. PARTICIPE DO NOSSO MINISTÉRIO!

ACESSE NOSSO SITE

www.igrejacvv.com.br E ASSISTA CULTOS ON LINE

Sobre nós

A Igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida é uma instituição inspirada por DEUS para alcançar os corações das ovelhas perdidas da casa de Israel por toda a face da terra.
Com o evento da criação do Ministério Caminho, Verdade e Vida, o Senhor JESUS revelou ao coração do presidente Pastor Gilberto Luiz Chaves o seguimento das três portas do Santuário que Moisés realizava para a adoração do SENHOR DEUS durante o trajeto do êxodo do povo de Israel pelo deserto.
O santuário era composto com três seções para adoração, onde uma delas apenas ao sumo sacerdote era permitido pelo poderoso DEUS adentrar em adoração; A cada seção do santuário havia uma porta .
Hoje com a Graça de DEUS através de seu filho unigênito JESUS CRISTO, essas portas foram substituídas pela GRAÇA DE CRISTO QUE LEVOU SOBRE SI AS NOSSAS DORES E AFLIÇÕES, e a cada porta daquele santuário de outrora, hoje conhecemos que a 1ª porta do santuário é o CAMINHO, a 2ª porta do santuário é a VERDADE, finalmente a 3ª porta do Santuário é a VIDA.
Assim, JESUS é o Caminho e a Verdade e a Vida, como diz no Evangelho de João 14: 6, o santuário vivo do Poderoso DEUS, onde toda a adoração é devida a ele, pois, diz a sua palavra:
“Ninguém vem ao Pai senão por mim”
Desta forma Pastor Gilberto Luiz Chaves teve inspiração de DEUS a denominar A Igreja Pentecostal Caminho Verdade e Vida para realização de trabalho de evangelização e divulgação das Boas Novas a todas as criaturas dispostas a encontrar o SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.
Pastor Gilberto Luiz Chaves é advogado militante com especialização em advocacia Previdenciária, formado desde 1985, exerce suas atividades profissionais seculares regularmente com escritório fixo há mais de 13 anos no mesmo local; foi batizado em 20 de junho de 1990 no Rio Jororó iniciando seu Ministério de Diaconato, quando em 2006 foi consagrado Evangelista pelo Pastor Oscar Luiz de Oliveira Presidente da Assembléia de DEUS Fonte de Amor donde concluiu então o Curso de bacharel em Teologia da Faculdade de Educação Teológica do Estado de São Paulo em 2007, iniciando o Ministério Pastoral.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida detém a valorosa contribuição do Pastor NELCY CHAVES, regularmente inscrito na ORDEM DOS MINSTROS DO BRASIL, homem de fé com mais de 20 anos de Ministério já Pastoreou nas Igrejas Missionária Cristã, Comunidade Ramá, Assembléia de DEUS em Gramacho e agora com mais de 80 anos de idade é colocado como ESTACA DE ORIENTAÇÃO USADO PELO PODEROSO DEUS.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida esta nos braços do SENHOR JESUS a esperar por todos os cansados e oprimidos para a divulgação das boas novas, pois, disse JESUS:
Mateus 11:28
Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.







Arquivo do blog