Total de visualizações de página

quinta-feira, 31 de maio de 2012

A DOR E O ESCAPE DO PECADOR

Confessei-te o meu pecado e a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado.


Salmo 32.5


O pecado, ao ser praticado, pode ser prazeroso, dar alegria, mas, logo a seguir, a pessoa que o comete percebe que ele é pesado demais, desastrado e só traz confusão e dor. Foi o que Davi provou ao pecar. No entanto, o salmista não só sentiu o peso do pecado, mas também o valor do perdão divino e só voltou a desfrutar da vida quando o alcançou. É bom que a convicção do Espírito Santo nos faça sentir miseráveis, pois isso é o que seríamos para sempre sem o arrependimento e a confissão.


Davi passou por momentos cruéis e dolorosos, por isso tudo para ele se tornou um fardo grande e insuportável. Que a mão dEle sempre pese sobre todos os que se desviam! Ora, nas situações em que não houver paz nem comunhão com Deus, tampouco portas e janelas dos Céus abertas, quem cair no erro terá a chance de se arrepender, porque ter um coração contrito é o único meio de se livrar do erro (At 8.22). Só existe livramento para quem confessa e abandona o pecado.


Esse assunto é mais sério do que imaginamos. Por causa do pecado, por exemplo, há quem perca tudo o que adquiriu durante anos de trabalho árduo. A pessoa que esconder sua iniquidade verá que sua estrutura espiritual e, em alguns casos, a física também, irá tornar-se seca, dura e quebradiça, pois envelheceu. Só há vida para quem respeita o Senhor – cumpre os mandamentos (Jo 14.21). É dessa forma que a comunhão com Deus é restabelecida.


É possível notar quando a pessoa está em pecado, pois até humor dela é atingido. O pecador não tem paz, está sempre nervoso, agitado e, em todos os momentos, fere os outros com palavras, acusa-os sem que haja o mínimo de procedência à sua cisma, e o pior é que não consegue desfrutar das boas coisas que foram preparadas por Deus. Certamente, aquele que retém o pecado vive à margem da fé, sempre em sofrimento e desconfiança.


Ao ser convencido de que seu erro era a causa do estado miserável em que vivia, Davi começou a planejar sua confissão. Então, declarou que confessaria sua transgressão. O dia chegou, e ele fez o que era certo diante do Altíssimo. Ao agir assim, o salmista foi perdoado, sua paz voltou, e a alegria inundou seu coração, pois Deus lhe perdoara.


Não importa qual tenha sido seu erro; se você não o confessar, jamais será libertado da opressão que tomou conta do seu ser. Quem se acertar com o Senhor verá que sua vida mudará por completo, e, com isso, a alegria e a vontade de viver voltarão. Então, faça isso agora!


Em Cristo, com amor,

quarta-feira, 30 de maio de 2012

vinde apos mim x264

VERDADEIRAMENTE ALIMENTADO


Confia no SENHOR e faze o bem; habitarás na terra e, verdadeiramente, serás alimentado.


Salmo 37.3


Não há nada melhor do que confiar em Deus. Essa condição nós é concedida por meio do novo nascimento (Jo 3.7), pois, sendo gerados de novo por Ele, não temos mais as vacilações e fraquezas do passado. No entanto, quem não toma a decisão de beber o cálice da salvação, de ser nova criatura, tornando-se servo do Altíssimo, não consegue ter inteira confiança no Onipotente Deus nem recebe o poder para vencer todas as batalhas.


Ao confiar verdadeiramente no Senhor, o cristão não se apavora com as ameaças do diabo, pois sabe que Aquele em quem confia jamais o deixará sozinho. Por estar firmado na Rocha, ele tem certeza de que o inimigo não conseguirá derrotá-lo, e, mesmo que o Inferno se lance contra a vida dele com toda força, nada de mal lhe sucederá. Quem conhece a promessa divina nunca treme mediante qualquer situação difícil nem se dobra diante das tentações.


É importante notar que não basta afirmar que sua confiança no Senhor é plena; é preciso demonstrar que, no momento da provação, o que para muitos é sinal de derrota será para você mais uma batalha vencida. Agora, se, diante de uma adversidade, você começar a orar desesperado, pedindo ao Senhor que o ajude e não deixe o inimigo prevalecer, você, de fato, não confia no Altíssimo.


Quando você coloca a sua confiança em Deus, recebe a capacidade divina de fazer o bem. Com isso, torna-se referência para as demais pessoas, que, ao observarem como você vive, desejarão crer no Senhor Jesus. Então, como fazia o próprio Cristo e Seus apóstolos, você também agirá pela fé e dará bom testemunho perante os homens.


Somente os que confiam e fazem o bem conseguem habitar na verdadeira Terra da Promessa – o Evangelho. Quem faz isso sempre está bem disposto, possui um vigor que emociona todos, fala de modo positivo e, quando convocado para alguma obra, não se omite. Os perdidos precisam muito desse tipo de pessoa, a qual serve a Deus verdadeiramente.


Por que alguns cristãos se tornam vencedores e outros não? Na verdade, os que vencem alimentam-se do Pão da Vida; por isso, a unção de Deus sobre eles tem livre curso, pois sua obediência à ordem divina os livra de qualquer embaraço. Que o meu prezado amigo possa também ser considerado alguém que confia no Senhor.


Em Cristo, com amor,

DUAS VIRTUDES QUE GUARDAM

Guardem-me a sinceridade e a retidão, porquanto espero em ti.


Salmo 25.21


Não há melhor segurança do que andar em sinceridade e retidão. Os que assim o fizerem descobrirão no final da vida que esses dois atributos os guardaram de todas as investidas do Inferno. O inimigo não brinca em serviço, por isso é importante que você esteja sempre preparado para evitar o assédio das tentações, as quais lhe sobrevirão com toda a capacidade de Satanás para desviá-lo do caminho de Deus. 


A pessoa que não é sincera, ainda que tenha conseguido grandes vitórias e, por causa disso é aplaudida, irá sentir-se tão mal que não conseguirá desfrutar dos seus feitos. Então, se os meios usados foram fraudulentos, é preciso que você seja verdadeiro e confesse seu erro. Ficar “amarelo” por um tempo é melhor do que ficar “vermelho” a vida toda. A insinceridade não guardará a quem nela confiar, pois ela é nada mais, nada menos do que uma das facetas do diabo.


Os que andarem no caminho reto jamais tropeçarão. Se for necessário mentir, enganar ou fazer qualquer outra coisa que as Escrituras proíbem para conseguir algo, não o faça, pois quem se dá ao erro fica preso nas mãos do autor do pecado. Satanás não conhece amor, compaixão, misericórdia nem perdão. Ele é inflexível com aqueles que se valeram de algum dos seus enganos. Por isso, faça tudo para nunca dever nada ao inimigo.


A fim de ser guardado pelo Senhor Deus, basta andar em sinceridade e retidão. No início, pode parecer difícil, mas, com o passar do tempo, aquilo que demandava um esforço enorme para ser obtido torna-se algo fácil e proveitoso. O diabo não pode tocar nas pessoas que não atendem às suas tentações, pois o Altíssimo as tem sob Seu olhar o tempo todo. Não se frustrará quem se esforça no caminho do bem.


Ainda que o insincero consiga vitórias e, com isso, seja considerado um grande personagem, ele, tristemente, descobrirá um dia que serviu ao diabo. Então, o que estiver em suas mãos queimará como fogo, e, em muitos casos, isso acontecerá tarde demais para que ele se arrependa. O melhor a fazer é obedecer ao Senhor; assim, Ele o ajudará a se emendar.


A pessoa que insistir em andar no caminho tortuoso cairá no abismo que nunca terá fim. Então, naquele tenebroso poço sem fundo, sem luz, ela passará a eternidade caindo e sendo atormentada dia e noite. Viva em sinceridade e retidão, pois, agindo assim, seu futuro será demasiadamente lindo.


Em Cristo, com amor,

terça-feira, 29 de maio de 2012

QUANDO O HOMEM NÃO ENTENDE A REVELAÇÃO


E disseram os príncipes ao rei: Morra este homem, visto que ele, assim, enfraquece as mãos dos homens de guerra que restam nesta cidade e as mãos de todo o povo, dizendo-lhes tais palavras; porque este homem não busca a paz para este povo, senão o mal.


Jeremias 38.4


Por não entenderem o que Deus fala, muitos não obedecem às Suas orientações, e isso é como plantar uma semente para que uma grande tragédia ocorra. Isso tem acontecido diariamente, e, por todos os lados, vemos pessoas mutiladas, lares divididos, cadeias superlotadas e muita gente passando fome. O eterno Deus não fala por acaso. Por isso, sempre é bom prestar atenção à Sua Palavra, pois, aquela pode ser a última advertência antes de o diabo consumar seu nefasto plano.


A falta de prestar atenção ao recado divino faz com que a mensagem que fortalece seja julgada como a que enfraquece, e, desse modo, a chance de alguém ser abençoado vai embora. Por estarem fora da presença divina, os príncipes de Judá não viram que Jeremias era o profeta dos seus dias, um homem com a unção dos Céus. Hoje, muitas pessoas agem do mesmo modo, mas, quando abrirem os olhos, poderá ser tarde.


Em vez de abraçar o homem de Deus, eles quiseram matá-lo. Ora, quem está tomado pelo espírito do erro não vê que o profeta do Senhor tem a direção certa para trazer solução para os problemas. Dependendo do grau de distanciamento que uma pessoa tiver do Altíssimo, ela será capaz de emitir uma sentença de sofrimento ou mesmo de morte a quem poderia ajudá-la. Meu irmão, não acrescente mais erros à sua lista de pecados.


É possível conhecer os genuínos pregadores da Palavra pela mensagem que trazem. Às vezes, para curar, eles precisam abrir a ferida; porém, todos os que, verdadeiramente, são de Deus buscam a paz. Quando o povo entende a mensagem e se humilha, o poder divino entra em ação e maravilhas acontecem. Afinal, o recado do Altíssimo sempre é dado com o intuito de levar as pessoas a resolverem suas dificuldades.


O Senhor não queria que Seu povo fosse para o cativeiro; porém, se os israelitas tivessem-se arrependido, o Altíssimo teria usado Jeremias, bem como outros profetas antes deste, para guiá-los no Caminho Santo. Hoje, é isso que Deus está tentando fazer com Seus filhos, mas a história se repetirá.


Ser liberto de qualquer envolvimento maligno é muito fácil; basta atender ao que o Espírito de Deus orienta pela leitura bíblica ou pela pregação da Palavra.


Em Cristo, com amor,

A DIFERENÇA ENTRE O QUE É DE DEUS E DO HOMEM

Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro e alumia os olhos.


Salmo 19.8


Sob a perspectiva humana, nem todas as religiões são más. Em certo sentido, onde não chegou a Palavra de Deus, elas são necessárias para que as pessoas não façam o que lhes vem à cabeça. No entanto, nenhuma delas consegue dar a salvação, ou o perdão de pecados para seus adeptos. Já o Evangelho não é religião, mas tem o poder de fazer de quem O segue um bom cidadão e conceder a salvação eterna a quem nEle crê.


Os preceitos considerados bons servem somente para manter os que os cumprem dentro da normalidade social. Por fazerem parte de um código religioso, não dão merecimento algum diante de Deus. Por essa razão, temos de pregar as Boas-Novas a toda criatura. Se derem ouvidos à Palavra de Deus, as pessoas terão acesso às bênçãos, bem como à libertação do pecado e da perdição eterna.


Existe grande diferença entre os ensinos dos homens e os de Deus. Os dos homens nem sempre são retos, mas os do Altíssimo sim, por isso as pessoas que seguem as regras divinas descobrem que não poderia haver nada mais perfeito do que estas. Entretanto, quem se guia por normas religiosas sempre o faz por medo de ser punido se desobedecer a elas. Já os que cumprem as regras do Pai o fazem de bom coração, pois estes lhes dão alegria.


O mesmo se pode dizer a respeito dos mandamentos divinos e os dos homens. Tudo o que é criado pela religião, além de místico, é ameaçador. Porém, as ordens de Deus são puras e quem as segue vive em paz e também descobre que se tornou mais inteligente e sábio ao praticar a Palavra do Senhor. O entendimento dos cristãos a respeito de tudo é infinitamente maior e melhor do que o de qualquer religioso.


A melhor coisa que alguém pode fazer na vida é obedecer de coração ao que Deus diz. Aqueles que agirem dessa maneira chegarão ao final da vida com alegria, sem medo de serem condenados no grande Dia. No entanto, os religiosos esperarão que o Altíssimo seja bondoso com eles, embora não tenham conseguido cumprir os mandamentos. Quem crê no Evangelho passa da morte para a vida (Jo 5.24).


Não há opção: ou você crê no que o Criador declara, ou se perderá para sempre. Se isso não fosse verdade, Deus não poderia ser tido como verdadeiro, e, se assim fosse, estaríamos perdidos para sempre. Contudo, a recompensa para quem crê é ver a glória do Senhor.


Em Cristo, com amor,

segunda-feira, 28 de maio de 2012

ATRAINDO OS PERDIDOS

E chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir.


Lucas 15.1


É importante notar o poder de persuasão que o Filho de Deus tinha para atrair os perdidos. Tanto publicanos – judeus que trabalhavam para o Império Romano – como pecadores iam até o Senhor, pois todos queriam ouvir o que Ele tinha a anunciar. Sabendo que o carisma de Cristo não era físico e que o poder usado por Ele para curar os enfermos fazia com que as pessoas se chegassem a Ele, temos de fazer as mesmas obras (Jo 14.12).


Seria bem produtivo se aprendêssemos com Jesus a maneira correta de cumprir o nosso ministério. Ele não pregava religião nem condenava nenhuma delas. Para Ele, o que interessava era levar as pessoas a entenderem a vontade divina. O Mestre possuía um extraordinário poder que fazia com que os ímpios O procurassem, e, desse modo, Ele os levava ao conhecimento da Verdade. Saiba que, ao voltar para os Céus, Jesus não levou consigo o segredo do Seu sucesso; na verdade, está registrado nas Escrituras. Então, aqueles que aprenderem a maneira de operar a vontade do Pai também obterão sucesso em seu trabalho.


O Mestre não discriminava as pessoas pelos pecados que praticavam, mas, com sabedoria, levava-as a compreenderem como ser libertas dos erros; por isso, publicanos e pecadores desejavam ouvir o Mestre. É claro que Ele não apoiava o que faziam, mas lhes ensinava a se livrarem das forças das trevas. Então, aprendendo o caminho do bem, todos passavam a viver de modo correto. Com isso, mais pecadores aprendiam o segredo da libertação.


Não sei quem, na história da Igreja, começou a mudar a mensagem do Evangelho – a verdade é que fizeram com que ela se transformasse em religião. Hoje, até no meio evangélico, há diversos preceitos criados pelo homem, os quais nunca deveriam ter existido, pois não levam ninguém a se aproximar de Deus. Somente o ensinamento do Mestre precisa ser pregado a toda criatura. 


O profeta Isaías disse que a aparência física do Senhor Jesus não era o que fazia as pessoas O desejarem (Is 53.2). Sobre Ele repousava a unção do Espírito Santo, que, por meio de Seus dons, davam-Lhe a capacidade de operar milagres. Esses atributos podem e devem estar sobre todos aqueles que se propõem a cumprir o Ide do Mestre. Sem eles nunca faremos as mesmas obras, como Ele afirmou que deveríamos fazer.


O poder de Cristo sobre os endemoninhados, doentes e, até mesmo, sobre a natureza fazia com que todos se maravilhassem e espalhassem a notícia de que Ele era, de fato, diferente dos religiosos. Serão os nossos familiares, amigos e outras pessoas que espalharão a mesma notícia quando fizermos como o Mestre fazia.


Em Cristo, com amor

domingo, 27 de maio de 2012

O QUE DEVE SER MOSTRADO AOS PERDIDOS


E disse ele: Que foi que viram em tua casa? E disse Ezequias: Viram tudo quanto há em minha casa; coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu deixasse de lhes mostrar.


Isaías 39.4


Estamos em guerra declarada contra as forças do mal, a qual terminará somente com a volta de Jesus, quando Ele, com o sopro da Sua boca, matará o iníquo (Is 11.4). Por isso, é bom guardar o que você tem recebido do Senhor, pois isso provoca um misto de inveja e ciúme no adversário; afinal, a “Babilônia”, apesar de distante, deseja os nossos tesouros. Deus é muito mais valioso do que as riquezas do mundo, por isso guarde as direções que Ele lhe dá.


É grande a distância que separa o Reino de Deus do reino infernal. Porém, para nos tirar da presença divina, ou roubar os nossos tesouros, o mestre do engano manda seus servos de uma terra longínqua. O inimigo sabe o que certas pessoas prezam mais e, quando envia suas tentações, ele toca no ponto fraco delas. A Palavra orienta a quem está de pé para que se cuide, pois basta um pouco de distração para cair (1 Co 10.12).


O milagre que o rei Ezequias recebeu foi glorioso. Na verdade, tudo que o Senhor faz por nós é tremendo e cheio de glória. A cura do rei foi contada em todas as partes, pois, além do prodígio em si, o Altíssimo deu um sinal que fez o Universo parar e voltar atrás em sua trajetória. O tempo em nosso planeta voltou atrás dez graus na escala do relógio de Acaz (Is 38.8), que, em nosso sistema horário, significa 40 minutos.


Em todo lugar, as pessoas tiveram a sensação de que o tempo havia voltado. Logo que chegou a notícia da promessa de cura prometida, o rei pediu ao profeta que o tempo retrocedesse com sinal de que seria restaurado. Então, o Inferno viu naquele ato a oportunidade para descobrir o que havia em Israel; por isso, enviou seus embaixadores para “parabenizar” Ezequias pela graça que ele alcançara.


Por causa do descuido do rei – ter mostrado o que lhe pertencia –, o profeta Isaías repreendeu-o. Que isso sirva de lição para nós, pois, se mostrarmos ao inimigo os “tesouros” que temos recebido do Senhor no decorrer da nossa caminhada com Ele, o maligno arranjará um meio de nos roubar. A orientação de Jesus é que os guardemos a fim de que ninguém tome a nossa coroa.


A maioria das revelações divinas nos ensina a ter um relacionamento com o Pai e também a nos preparar para enfrentar qualquer ataque do maligno; por isso, devemos guardá-las como os violentos cuidam de seus tesouros. Portanto, não joguemos nossas pérolas aos porcos (Mt 7.6).


Em Cristo, com amor,

GRAVE ADVERTÊNCIA

Os homens de Nínive se levantarão no Dia do Juízo com esta geração e a condenarão; pois se converteram com a pregação de Jonas; e eis aqui está quem é maior do que Jonas.


Lucas 11.32


Nínive, capital da assíria, aparentemente era difícil de se dobrar diante do Senhor. Seus habitantes eram bárbaros e, por isso, não tinham respeito pelas pessoas, tampouco temor ao único e verdadeiro Deus. No entanto, a unção que estava sobre Jonas fez com que eles fossem sensíveis à voz do profeta de Deus. A lição que fica é que, quando Deus opera, não há quem possa impedi-lO (Is 43.13).


Não devemos escolher onde pregar. Lugares prósperos podem ser agradáveis a quem vive na carne; pessoas bonitas, bem vestidas e educadas fazem bem aos que não vivem em Espírito. Contudo, o homem de Deus deve seguir as orientações do Senhor, e não os clamores da carne apodrecida – desta quem gosta são os urubus. O coração que é dirigido pelo Altíssimo não escolhe o local nem a quem ministrar a Palavra; a escolha deve ser do Senhor.


Observei muitas vezes, em meu ministério, que é mais fácil ganhar para Jesus os maiores pecadores do que os religiosos. Estes se escondem atrás de rituais, preceitos inventados pelos homens e outras práticas; já os que vivem no erro, quando são colocados debaixo da convicção do Espírito Santo, desesperam-se, pois sabem o que lhes poderá acontecer se, como os náufragos, não agarrarem a tábua que lhes é atirada.


Jonas temeu porque deixou o diabo falar das coisas negativas. O mesmo ocorre com qualquer pessoa que tirar os olhos do que Deus declara. A verdade é que o Senhor jamais nos dirigiria a fazer algo que Ele já não tivesse preparado. Nem sempre Ele precisa de mártires, porém há casos em que sim. Quando se fala em missões, o demônio logo vem convencer aquele que foi chamado de que poderá perder a vida em tal empreitada.


Todo enviado de Deus possui a virtude do Altíssimo sobre si. Jonas não sabia disso, por isso fugiu, foi engolido pelo grande peixe e quase perdeu a vida. Quando resolveu obedecer à ordem divina, percebeu que os assírios não eram diferentes das demais pessoas do mundo. Na verdade, quando Deus opera, a obra é facílima de ser realizada. 


É importante não mudar o foco da mensagem nem a maneira de executar a missão; basta seguir o exemplo do Senhor, e a obra será feita com sucesso. Afinal, o verdadeiro enviado de Deus sempre falará de acordo com as Escrituras.


Em Cristo, com amor,


sábado, 26 de maio de 2012

A SUA APARÊNCIA


Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante ao varão que contempla ao espelho o seu rosto natural.


Tiago 1.23


Quem não pratica o que aprende nas Escrituras nem assume o que lhe é mostrado permite que seja roubado da sua grandeza. O Pai celeste, em Sua sabedoria, revela o que somos diante do mundo espiritual ao darmos ouvidos à Sua Palavra, a qual é como um espelho que mostra a maneira como Deus nos vê.


Não acredite no retrato que o demônio faz de você. Coloque sua aparência espiritual diante de si e não se deixe levar por nenhuma outra imagem. Jamais se esqueça do que você sentiu quando aprendeu algo na Palavra, pois essa é sua imagem real. Creia no que Deus lhe diz, para que você seja, tenha e faça o mesmo que Jesus fazia quando estava em nosso meio.


Você só conseguirá realizar ou ter algo que a Bíblia diz a seu respeito, se passar a crer nisso. Não adianta ter um desejo repentino de fazer valer o que você deseja. Assim como a água não pode levantar-se acima do seu nível, você também nada poderá fazer além do que Deus lhe tem mostrado. Ele o fez com o potencial que a revelação divina diz que você possui.


Não se deixe levar por conversações levianas a respeito dos prazeres do mundo. Quando surgir algum problema, não se desespere pedindo orações a todas as pessoas. Porém, se não assumir o que lhe é revelado, aquilo se tornará como se fosse um falso discurso – o qual engana e corrompe.


Do mesmo modo que um espelho lhe mostra a sua aparência natural, a Palavra de Deus lhe revela como Ele o vê. Se assumir o que o Altíssimo lhe diz, você será exatamente como se sentiu ao ouvir as Boas-Novas. Veja bem: não há como colher uvas em espinheiros nem figos em abrolhos (Lc 6.44); portanto, deixe o Todo-Poderoso fazer de você uma árvore que produza frutos segundo a semente divina a qual lhe foi enxertada.


Não adie o momento de tomar posse do que lhe foi revelado, pois poderá concluir que ficou tarde demais para isso. A nossa passagem por esta vida é bem curta, e se você não assumir o que lhe é mostrado, deixará de produzir ou usufruir o que foi determinado para seu viver. De que adiantará descobrir isso quando a oportunidade tiver passado? Você foi eleito para executar a vontade divina agora!


Perder a sua real imagem é perder completamente o rumo. Ao lhe mostrar o que você pode ter ou fazer, Deus está dizendo-lhe que todo o necessário para que isso se concretize foi depositado em sua “conta”. A parte do Altíssimo termina com a revelação dEle. Resta você cumprir o plano do Senhor em sua vida.


Em Cristo, com amor,

FAÇA A SUA FÉ SER OUVIDA

Por isso, também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos.


Efésios 1.15


O Senhor deu a cada um dos Seus filhos uma fé preciosa, a qual precisa ser colocada em ação para os outros se beneficiarem dela. A fé que há em você está em Jesus, mas, para você desfrutar da vida abundante que Ele trouxe (Jo 10.10), sua confiança nEle precisa ser posta em ação. Cuidado com os demônios, pois eles querem roubar o que lhe foi dado. 


A fé que Deus concedeu a cada um dos Seus filhos não deve ser deixada sob a mesa, mas em um lugar alto, para que todos possam ser beneficiados com ela. Quem não deixar sua fé brilhar não será recompensado com uma confiança ainda maior. Já os que estenderem para alguém mais o que têm recebido dos Céus viverão abundantemente, pois àquele que tem para dar muito mais será dado. 


Com sua fé em ação, o poder divino passa a operar. Então, o que lhe parecia impossível torna-se possível, pois a mão divina agirá não só em prol daqueles a quem você ministrar, mas também em seu favor. As Escrituras afirmam que quem leva a preciosa semente sempre volta trazendo os seus feixes (Sl 126.6). Somos escolhidos para fazer a divina vontade em qualquer tempo e lugar, e em prol de todos.


A fé que há em você não está solta no ar, mas, sim, atrelada a Cristo. Ela tem a total capacidade de operar o que a Palavra declara, por isso os que são de Deus jamais devem acreditar no inimigo, o qual tenta convencê-los de que seus problemas não têm solução. Ao contrário, quem confiar no Altíssimo verá que Sua mão não está encolhida a ponto de não salvar nem operar (Is 59.1).


Ninguém desfrutará da vida abundante trazida por Jesus se a fé que lhe foi dada não for posta em ação. O que Deus nos concede deve ser usado para produzir frutos. No entanto, quem frustrar o Senhor também será frustrado um dia. Somente os que confiam nEle e, por isso, põem em operação o poder divino conseguem usufruir de tudo o que o Senhor tem para eles.


Não brinque com os espíritos malignos. Eles dizem que você é diferente das demais pessoas; que, para você, não há solução e seu problema não será resolvido – isso porque o adversário cega o entendimento de quem não crê em Deus. Em qualquer situação, creia que é mais que vencedor, pois em você já opera o amor divino, o qual, assim como a fé, é igualmente precioso.


Esse amor que Deus lhe concedeu não é um mero jogo de palavras, mas real. Com ele, você está capacitado a realizar a mesma obra que o Mestre fazia durante Seu ministério terreno. Por isso, não há nem haverá problema insolúvel, doença incurável ou pecado imperdoável. Deixe a sua fé e o amor de Deus falarem por você.


Em Cristo, com amor,

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Jesus Chorou x264

SERVIÇOS QUE DISTRAEM

Marta, porém, andava distraída em muitos serviços e, aproximando-se, disse: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe, pois, que me ajude.


Lucas 10.40


Algo impressionante é verificar como os cuidados deste mundo nos chamam mais a atenção do que os assuntos espirituais. Muitos, por exemplo, preparam-se para ir à casa de Deus – tomam banho, vestem roupas limpas e bem passadas e até usam perfume –, mas, na maioria das vezes, essas pessoas são como sepulcros caiados (Mt 23.27); no interior delas, há tanta sujeira que sequer pensam em tirá-la. O pior é que se apresentam dessa maneira diante do Altíssimo.


Marta ficou distraída e sobrecarregada com muitos afazeres, pois queria dar uma boa recepção ao Senhor dos senhores; porém, não se deu conta de que Ele deveria ter sido recebido, primeiro, em seu coração. Em outra passagem das Escrituras, os discípulos, carregados de sono, descuidaram-se e dormiram (Mt 26.40). Existem muitas coisas inúteis que tomam o nosso tempo e nos roubam o prazer de um encontro real com o Salvador. É preciso que tomemos juízo e nos emendemos!


Voltando à Marta, como estava distraída com a parte material, ela julgou ser mais importante alimentar o Mestre do que receber o verdadeiro Alimento, que só Ele dá. Na verdade, ela estava perdendo tempo, desperdiçando uma oportunidade mais lucrativa do que se tivesse encontrado o maior veio de ouro do mundo. Não deixe que nada lhe roube a comunhão com o Senhor, pois nada, absolutamente nada, por mais lucrativo que seja, compensa o prejuízo.


Quem não está em Espírito fala coisas que chegam a ofender o Altíssimo. Se Ele o dirige a entregar ofertas, logo você encontra uma desculpa para não o fazer; se Ele o manda evangelizar, você responde que tem algo mais importante a realizar; se é acordado de madrugada para buscar a face do Senhor, resmunga e ora para voltar a dormir, pois terá o dia seguinte cheio. Se tivesse entendido, aquele dia poderia ter sido repleto de soluções, pois o Senhor queria visitá-lo justamente para isso.


Tudo o que não provém de Deus provoca enfado e canseira. Então, em vez de buscarmos a vontade divina, oramos para que o Pai nos ajude a suportar os males. Ora, o cristão não deve ter mal algum em sua vida. Servindo a Deus, o trabalho transcorrerá com facilidade, não haverá o que o chateie, e ele terminará o dia com alegria e bem disposto.


Jamais devemos dizer ao Senhor o que queremos que Ele faça, mas, sim, ir a Deus para entender o que Ele quer que façamos. Sem tirar a pedra, nenhum “Lázaro” irá ressuscitar. Somente uma coisa é necessária (Lc 10.42), por isso devemos escolhê-la.


Em Cristo, com amor,

Follow by Email

PREGAÇÕES EM DVD

PRESENTEIE A QUEM VOCÊ AMA,EVANGELIZANDO COM AS MENSAGENS DOS NOSSOS CULTOS,FAÇA SEU PEDIDO ATRAVÉS DO NOSSO SITE www.igrejacvv.com.br. PARTICIPE DO NOSSO MINISTÉRIO!

ACESSE NOSSO SITE

www.igrejacvv.com.br E ASSISTA CULTOS ON LINE

Sobre nós

A Igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida é uma instituição inspirada por DEUS para alcançar os corações das ovelhas perdidas da casa de Israel por toda a face da terra.
Com o evento da criação do Ministério Caminho, Verdade e Vida, o Senhor JESUS revelou ao coração do presidente Pastor Gilberto Luiz Chaves o seguimento das três portas do Santuário que Moisés realizava para a adoração do SENHOR DEUS durante o trajeto do êxodo do povo de Israel pelo deserto.
O santuário era composto com três seções para adoração, onde uma delas apenas ao sumo sacerdote era permitido pelo poderoso DEUS adentrar em adoração; A cada seção do santuário havia uma porta .
Hoje com a Graça de DEUS através de seu filho unigênito JESUS CRISTO, essas portas foram substituídas pela GRAÇA DE CRISTO QUE LEVOU SOBRE SI AS NOSSAS DORES E AFLIÇÕES, e a cada porta daquele santuário de outrora, hoje conhecemos que a 1ª porta do santuário é o CAMINHO, a 2ª porta do santuário é a VERDADE, finalmente a 3ª porta do Santuário é a VIDA.
Assim, JESUS é o Caminho e a Verdade e a Vida, como diz no Evangelho de João 14: 6, o santuário vivo do Poderoso DEUS, onde toda a adoração é devida a ele, pois, diz a sua palavra:
“Ninguém vem ao Pai senão por mim”
Desta forma Pastor Gilberto Luiz Chaves teve inspiração de DEUS a denominar A Igreja Pentecostal Caminho Verdade e Vida para realização de trabalho de evangelização e divulgação das Boas Novas a todas as criaturas dispostas a encontrar o SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.
Pastor Gilberto Luiz Chaves é advogado militante com especialização em advocacia Previdenciária, formado desde 1985, exerce suas atividades profissionais seculares regularmente com escritório fixo há mais de 13 anos no mesmo local; foi batizado em 20 de junho de 1990 no Rio Jororó iniciando seu Ministério de Diaconato, quando em 2006 foi consagrado Evangelista pelo Pastor Oscar Luiz de Oliveira Presidente da Assembléia de DEUS Fonte de Amor donde concluiu então o Curso de bacharel em Teologia da Faculdade de Educação Teológica do Estado de São Paulo em 2007, iniciando o Ministério Pastoral.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida detém a valorosa contribuição do Pastor NELCY CHAVES, regularmente inscrito na ORDEM DOS MINSTROS DO BRASIL, homem de fé com mais de 20 anos de Ministério já Pastoreou nas Igrejas Missionária Cristã, Comunidade Ramá, Assembléia de DEUS em Gramacho e agora com mais de 80 anos de idade é colocado como ESTACA DE ORIENTAÇÃO USADO PELO PODEROSO DEUS.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida esta nos braços do SENHOR JESUS a esperar por todos os cansados e oprimidos para a divulgação das boas novas, pois, disse JESUS:
Mateus 11:28
Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.







Arquivo do blog