Total de visualizações de página

domingo, 31 de julho de 2011

NOVA CRIATURA

<><> <><>


Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas se passaram; eis que tudo novo se fez.? IICor 5:17


É tão lindo ver no momento em que alguém levanta as mãos e aceita a Jesus em sua vida, é tão gratificante para quem cumpriu o Ide de Jesus, quando vê alguém entregando sua vida ao Senhor.
E o tempo vai passando, se há contato entre as partes tanto aquele que apresentou a Jesus e aquele o aceitou, pode se ver dia após dia esta havendo mudança de vida.
Claro que a transformação não é de um dia para outro, mas progressivamente, dia após dia, de glória em glória.
Quando vemos a palavra dita em Espírito pelo apóstolo Paulo - Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas se passaram; eis que tudo novo se fez. Vemos que aquele que esta em Cristo, aquele que conhece realmente a Cristo, procura viver como uma nova criatura, não de aparência só por fora, somente com os lábios falando de vida e por dentro cheirando morte.
O próprio Senhor disse em Isaías 29:13 -Por que o Senhor disse:
Pois que este povo se aproxima de mim e, com os lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim.
Há um ditado popular que diz: Me diga com quem andas, que eu direi quem tu és .Vemos que isso aconteceu na vida do apóstolo Pedro, quando Jesus foi preso levado ao sumo sacerdote, alguns viram a Pedro e começaram a declarar:Este é um deles, e por três vezes Pedro foi reconhecido como um seguidor de Jesus.
Pedro era um homem falho, imperfeito mas conforme o tempo em que ele andou com Jesus ele pode ter adquirido características de Jesus, que o tornavam parecido com Cristo.

Mas naquele momento crucial, Pedro negou ao Senhor, como o próprio Jesus havia o falado que ele Pedro o negaria.
Mas Pedro achava que poderia ir com o Senhor até a prisão, até a morte.
Mas tudo de boca para fora, na hora em que foi provado logo foi reprovado.
Parecido apenas com uma nova criatura, mas somente parecido
.
Aquele que é uma nova criatura procura viver como Jesus, pois Jesus venceu a carne, venceu o mundo e nele não se achou pecado, mas foi limpo, imaculado venceu.Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo João 16:33.
Ele não disse que seria fácil, mas nos incentivou através de seu próprio testemunho a vencer, pois ele venceu.É nos momentos mais difíceis é que sabemos se parecemos uma nova criatura, ou somos um nova criatura, é no momento em que tudo esta contra as nossas expectativas é que podemos nos conhecer, e sermos conhecidos pelo aquilo que optarmos.
Parecer uma nova criatura ou ser uma nova criatura
 É uma afirmativa, não é uma hipótese: “Por isso, se alguém está em Cristo, é uma nova criatura.” Não é uma suposição: “Talvez seja! Quem sabe...Pode ser!”. É uma realidade.
Esta é sua alegria e sua certeza. Queira ser essa criatura nova. A criança que está no ventre de sua mãe, em gestação, é uma nova criatura. Não está tudo pronto nem completo, mas ali existe um novo ser. Assim também é conosco: muitas vezes, olhamos para a vida e não percebemos em nós a “nova criatura”. Parece que somos os mesmos, que nada mudou, que as coisas velhas continuam: nosso temperamento... nosso caráter... Parece que os defeitos e os pecados continuam os mesmos. Então, vêm o desânimo e a prostração. Não, o Senhor quer lhe dar a certeza: a nova criatura está em você. Você é um ramo enxertado na videira, que é Jesus Cristo.
Uma maravilhosa transformação está acontecendo em você. Um homem novo, uma criatura nova já está se formando. Você já é uma nova criatura, mas ainda em gestação: ela vai se formando...Aqui há um grito que vem do fundo d'alma: “Em nome de Cristo, nós vos suplicamos, deixai-vos reconciliar com Deus” (II Coríntios 5,20b). Reconciliação compreende, também, voltar para casa, fazer as pazes, voltar ao mútuo amor. Reconciliar-se compreende também perdoar, deixar todo o passado de lado. É isso que é reconciliar.
Deus nunca deixou de ser fiel a você. Justamente por causa da fidelidade do Senhor, porque Ele permanece fiel apesar de nossa infidelidade, é o momento de voltar para casa. É como no caso de um cônjuge infiel. Separou-se, foi para longe, transviou-se. O outro cônjuge, porém, permaneceu fiel. É necessário agora que aquele que se afastou volte para casa para que haja reconciliação. O mesmo acontece com você. Deus permaneceu fiel. Em nenhum momento Ele deixou de amá-lo. Pelo contrário, permaneceu de braços abertos como o Pai do filho pródigo: de braços abertos para recebê-lo. Mais ainda: o Senhor foi Bom Pastor que sempre esteve com você, seguiu suas pegadas para trazê-lo de volta.
Tenha a certeza de que em muitos e muitos acontecimentos de sua vida o Senhor estava em seu encalço, eu diria até que ela o perseguia, amorosamente, para que fosse tocado por Sua graça e voltasse para Sua casa.
E o momento é agora! Você é chamado a voltar para casa do Pai. Aquele que estava longe, muito longe, mas estava afastado, é convidado agora a voltar para a casa do Pai, a permanecer na casa d'Ele e a ser o filho que vive com o Pai. Mesmo aquele que estava perto é chamado a aproximar-se ainda mais.

Tenha certeza: Deus agiu em seu coração e remexeu sua vida. Se olhar para trás, verá quantos fatos dolorosos houve em sua vida. Não é porque Deus quisesse o seu mal ou o estivesse castigando. Não! Era o Senhor em seu encalço chamando-o de volta para Sua casa. Então... não se faça de rogado. Volte o mais depressa possível. Deixe-se tomar por Jesus, o Bom Pastor. Deixe que Ele o tome em Seus braços e o carregue carinhosamente junto a Seu peito e o leve de volta para Sua casa.
Na hora em que você deixar que o Senhor faça isso, já começará a ser uma nova criatura. “Se alguém está em Cristo, é uma nova criatura.” Na hora em que Jesus pegar você nos braços, ou melhor, quando você permitir que Ele o pegue nos braços, você já começará a ser uma nova criatura. Ele vai começar então a gerar em você o homem novo: a criatura nova que você precisa ser. Nesse momento já passou o que era velho, e eis que tudo se faz novo. Nesse momento o Senhor esquece o passado, como o pai daquele filho pródigo se esquece da ingratidão e das revoltas do filho, porque este estava perdido e foi reencontrado, estava morto e voltou à vida.
Você não quer dar essa alegria ao Senhor? Ele está em seu encalço. Deixe-se tomar por Jesus!
Em Cristo,com amor

sábado, 30 de julho de 2011

A tentação de Jesus

ACESSE E ASSISTA AO CULTO " A TENTAÇÃO DE JESUS"

http://vimeo.com/10327179



MATEUS 4



E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.
Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.
Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo,
E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra.
Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.
Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.
E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares

SÁBIO AOS OLHOS DE DEUS

A filosofia de Deus é diferente da que existe no mundo, uma vez que, aqui, as pessoas aprendem um pouco e já acham que sabem tudo, porém, sem saberem nada. O Senhor é a Verdade, e, com isso, tudo o que Ele nos ensina é como realmente deve ser. Ele nunca erra nem toma alguma decisão que não seja a pura e perfeita verdade. Em razão disso, os que acreditam no Altíssimo e desprezam qualquer orientação contrária à dEle sempre são bem-sucedidos.
O que o Todo-Poderoso fala pela Palavra é o segredo de que você precisa para fazer a santa vontade do Pai. Portanto, não deixe de crer no que Ele diz, ainda que, aparentemente, aquilo não se encaixe como solução para o problema. Deus conhece tudo, sabe de onde vêm os argumentos desobedientes e tem ciência de quem está por trás deles. Por isso, aquilo que é pura verossimilhança não suporta o confronto com a Verdade.
Um grande erro é desprezar os ensinamentos que o Altíssimo transmite. Ora, eles são diferentes de qualquer outro, pois neles há vida e solução para todos os problemas. Além disso, as orientações divinas sempre tornam bem-sucedidos aqueles que as aceitam. Deus jamais diria algo que não fosse perfeitamente capaz de solucionar adequadamente os problemas de Seus filhos, pois Ele é perfeito em todas as suas ações.
A saúde para todo o seu corpo está na assimilação das revelações que lhe são fornecidas na Palavra de Deus. Por isso, tenha em mente que os ensinamentos do Senhor são bons para uma vida saudável e que a saúde espiritual precede à física. Alma doente é aviso de que o físico não está bem, e corpo doente é sinal de que a alma não tem sido alimentada com a verdadeira comida. O corpo de Jesus – a Palavra – é o Alimento que fortalecerá você.
Os conselhos do Senhor são para que o homem possa enfrentar as intempéries da vida, livrando-se de todo laço do inimigo. Em razão disso, quem é sábio segue o que Deus diz e, desse modo, fica livre dos ataques do inferno. O diabo gosta que os filhos do Altíssimo não deem a devida atenção ao que lhes é ensinado pelos Céus, pois, com isso, eles não têm a força necessária para enfrentá-lo em suas armadilhas.
Meu irmão, a sua estrutura física e espiritual precisa de refrigério, para que, com paciência e sabedoria, você tome as decisões importantes que o tornarão vitorioso. Embora as lutas da vida minem a resistência das pessoas, os ensinamentos do Senhor as fortificam. Então, não deixe que a sua capacidade de enfrentar as guerras seja enfraquecida.
Com esses conselhos, você será invencível em todas as batalhas que travar, e, assim, o próprio Deus estará lutando em seu lugar. Seja sábio aos olhos do Altíssimo, e nada – absolutamente nada – irá derrotá-lo. O Senhor deseja que sejamos vencedores, e nunca derrotados; portanto, dê alegria ao Salvador da sua vida.

Em Cristo, com amor,

   

sexta-feira, 29 de julho de 2011

A MURMURAÇAO ATRAI A IRA DE DEUS

Murmurar” , conforme o dicionário , é soltar queixumes, lastimar-se, queixar-se em voz baixa, falar mal, apontar faltas, tomar mau juízo de alguém ou de alguma coisa. Foi exatamente o que aconteceu com o povo de Israel, e o Senhor indignou-se ante a atitude do povo: “Até quando sofrerei esta má congregação que murmura contra mim? Tenho ouvido as murmurações que os filhos de Israel proferem contra mim” Nm 14;26. – murmurar é pecado -
1 Depois o povo tornou-se queixoso, falando o que era mau aos ouvidos do Senhor; e quando o Senhor o ouviu, acendeu-se a sua ira; o fogo do Senhor irrompeu entre eles, e devorou as extremidades do arraial. Então o povo clamou a Moisés, e Moisés orou ao Senhor, e o fogo se apagou. Ora, o vulgo que estava no meio deles veio a ter grande desejo; pelo que os filhos de Israel também tornaram a chorar, e disseram: Quem nos dará carne a comer? Lembramo-nos dos peixes que no Egito comíamos de graça, e dos pepinos, dos melões, dos porros, das cebolas e dos alhos. Mas agora a nossa alma se seca; coisa nenhuma há senão este maná diante dos nossos olhos E era o maná como a semente do coentro, e a sua aparência como a aparência de bdélio. O povo espalhava-se e o colhia, e, triturando-o em moinhos ou pisando-o num gral, em panelas o cozia, e dele fazia bolos; e o seu sabor era como o sabor de azeite fresco. E, quando o orvalho descia de noite sobre o arraial, sobre ele descia também o maná. Então Moisés ouviu chorar o povo, todas as suas famílias, cada qual à porta da sua tenda; e a ira do Senhor grandemente se acendeu; e aquilo pareceu mal aos olhos de Moisés.
  O povo houvera partido conforme Deus ordenara após a contagem, Ora, aconteceu, no segundo ano, no segundo mês, aos vinte do mês, que a nuvem se alçou de sobre o tabernáculo da congregação.Partiram, pois, os filhos de Israel do deserto de Sinai para as suas jornadas; e a nuvem parou ,no deserto de Parã. Assim iniciaram a primeira caminhada, à ordem do Senhor por intermédio de Moisés:[10.11-13] –

1 - No começo tudo vai bem -

È sempre assim em todos desafios de nossa vida. Quando o casalzinho de apaixonados se casa, tudo vai bem ao inicio, dali a pouco se começam as queixas e as murmurações. Na caminhada cristã também, no inicio o membro é uma benção mais aos poucos fica entediado e começa a murmurar contra tudo e contra todos. – Depois de tudo o que Deus operou maravilhosamente na vida deste povo, depois de prover tantas bênçãos, depois de libertá-los da escravidão de Faraó, ao invés de gratidão oferecem murmuração. – Nosso DEUS é misericordioso e providente . Ele conduz o seu povo e supre todas as nossas necessidades , por isso reprova a murmuração. A murmuração é um sinal claro de incredulidade , de ingratidão e de agir irrefletido. Colos. 3.16
  Muitos preferem a escravidão no Egito que a Liberdade do deserto. Desenvolva a virtude de gratidão em seu coração –
Eles começaram a lembrar das coisas da carne – Carne, cebolas, alho, pepinos, melões. Tem muita gente trocando Jesus o pão da vida por pepinos e melões do mundo. Jovens que preferem uma balada à Igreja. Homens e mulheres que preferem as migalhas que caem   do que estar alimentando-se do alimento divino que vem dos púlpitos Algumas pessoas, trocam Jesus por um namorado ou namorada,por um amante ou uma amante,destroem casamentos. Judas trocou Jesus por moedas, outros tocam por  bebidas, cigarros. As coisas que para trás ficam, para trás devem ficar, esqueça-se delas e olhe para frente, crente saudosista sentencia-se a ira de Deus. Lucas 12. 8,9 – II Tm. 2. 11-13
O QUE COLHEM OS MURMURADORES –
Este texto mostra-nos que a colheita dos murmuradores é fogo e ira divina. – Ou seja, destruição e atraso na caminhada cristâ rumo a Pátria Celestial. Muitos cristãos poderiam estar lá na frente na vida espiritual, todavia, vivem tristes e sempre murmurando. Quem murmura atrai a ira de Deus, isto fica provado neste texto – Murmurar é a ação de puxar para trás e isto é danoso para o crescimento espiritual . “Fazei tudo sem murmuração nem contentas , para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros , filhos de DEUS inculpáveis no meio de uma geração pervertida e corrupta, na qual resplandeceis como luzeiros no mundo

PARA REFLETIR:
Murmuração é um ladrão da alegria

Em Cristo,com amor

quinta-feira, 28 de julho de 2011

QUANDO O HOMEM DE DEUS TREME

Então, Daniel, cujo nome era Beltessazar, esteve atônito quase uma hora, e os seus pensamentos o turbavam; falou, pois, o rei e disse: Beltessazar, não te espante o sonho, nem a sua interpretação. Respondeu Beltessazar e disse: Senhor meu, o sonho seja contra os que te têm ódio, e a sua interpretação, para os teus inimigos


Daniel 4.19


Há coisas que Deus anuncia que fazem tremer até os que conhecem a sua posição em Cristo. O profeta Daniel, ao entender o que foi revelado ao rei Nabucodonosor, ficou atônito. Que os filhos do Altíssimo se preparem, pois o Senhor não brincou com o que colocou em Sua Palavra: a humanidade irá desesperar-se com o que está programado para acontecer antes da volta de Jesus.
Quando lemos a respeito dos dez grupos que não herdarão o Reino de Deus (1 Co 6.10), isso nos faz pensar no que estamos fazendo para livrar até irmãos nossos que caíram nesse erro. O Dia do Juízo será de dor, sofrimento e desespero para muitos. Um expressivo número de pessoas acredita que Deus entenderá por que elas erraram e que Ele não irá condená-las, mas esse pensamento não passa de puro engano, pois o juízo será sem misericórdia!
Existem pessoas que também ficarão desesperadas ao receberem a condenação por seus maus atos. Ao serem separadas eternamente do Senhor, nada mais lhes poderá ser feito. Dentre elas, há muitos considerados servos de Deus, os quais, por uma questão que julgam de menos importância, acham-se no direito de praticar o que a Palavra proíbe. No entanto, nós, que sabemos disso, o que estamos fazendo por eles agora? O que temos feito pelos parentes que ainda não se converteram? Temos alcançado os que só pensam nas coisas materiais e desprezam os avisos do Criador?
Ora, não é errado lutar para conseguir bens materiais; o problema é fazer disso a sua religião. Ainda que fosse com sacrifício, deveríamos buscá-los. Ao aceitarmos Jesus Cristo como Salvador, o manto da salvação também foi estendido sobre eles, pois as Escrituras declaram que você e a sua casa servirão ao Senhor (At 16.31).
Abra seus olhos e passe a fazer a vontade divina na mesma proporção que você recebeu a direção do Senhor, pois a quem muito for dado muito mais lhe será pedido (Lc 12.48). Não podemos economizar tempo nem recursos financeiros para levar a quem quer que seja o Evangelho. Será muito triste ver um dos nossos – ou mesmo um estranho –, que poderíamos ter levado à salvação, marchar para o abismo sem fundo, do qual jamais sairá.
Voltando ao que está programado para acontecer, lembre-se de que a Bíblia anuncia tempos difíceis para a humanidade. As catástrofes aumentarão, guerras e rumores de guerras surgirão com mais intensidade (Mc 13.7), e, quando todos pensarem que o homem alcançou a tão sonhada paz e está em segurança, sobrevirá repentina destruição (1 Ts 5.3). Portanto, não se afaste do que tem aprendido na Palavra de Deus; assim, você estará apto para escapar dos males que virão sobre a humanidade.

Em Cristo, com amor
,

quarta-feira, 27 de julho de 2011

A IMPORTÂNCIA DAS PALAVRAS DA BOCA DE DEUS

   
Adquire a sabedoria, adquire a inteligência e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.
Provérbios 4.5
Buscar a sabedoria e a inteligência celestiais é uma das mais abençoadas tarefas que o homem recebe do Senhor. O Espírito do Altíssimo nos orienta a adquirir a sabedoria, bem como a inteligência. Esses dois predicados devem estar na vida de todo aquele que é recebido como filho de Deus, para que não envergonhe o Altíssimo em nenhuma batalha. Acredite sempre que Ele lhe revela o melhor a fazer.
Com a sabedoria e a inteligência adquirida do Alto, passaremos pela vida como se não houvesse mal aqui na terra, pois, com elas, venceremos sempre as investidas do inimigo. Esteja certo de que Satanás fará de tudo a fim de tentar impedi-lo de ir para o Céu. Mas, se você se mantiver firme na bendita Palavra, irá tornar-se sábio e inteligente o bastante para não se perder.
O diabo nos tenta de todos os modos; o que ele mais deseja é nos afastar dos caminhos divinos e, assim, seguir com ele para a perdição eterna. Satanás leva algumas pessoas a desejarem a fortuna de outrem; a outras ele mostra alguém encantador;a outras a desejarem a esposa ou o marido de outrem . No entanto, quem for temente a Deus adquirirá o necessário para vencer todas as tentações e sair liberto de qualquer armadilha que o maligno armar para prendê-lo.
Envide todos os esforços para obter a sabedoria e a inteligência celestiais, pois, se não fizer isso, na hora da provação, você escorregará nas mentiras do inimigo. Ao pecar, você será o único a pagar sua conta; quem errar junto com você pagará a conta dele, mas, se não se acertarem, você e ele estarão perdidos para sempre. Portanto, enquanto há tempo, fuja dos laços do inimigo!
Nunca despreze o que o Senhor lhe falar, pois a Palavra dEle é a mais pura sabedoria. O inteligente busca encher-se desses atributos maravilhosos que o Altíssimo dá gratuitamente aos que fazem Sua vontade. Tudo o que o Todo-Poderoso prometer a você Ele o fará para livrá-lo das ações que o adversário tem planejado contra a sua felicidade.
Não é bom se esquecer do que lhe foi revelado, pois não há ciência, sabedoria nem poder que consigam vencer os ensinamentos de Deus. O que lhe for dito pelo Senhor tem o objetivo de fazer com que você vença as batalhas dia a dia, cumpra o plano divino e não tenha condenação alguma sobre seu viver. Os conselhos do Altíssimo são a melhor bênção que se pode receber!
Meu irmão, agarre tudo o que lhe for revelado, porque o Senhor jamais lhe diria algo que não fosse de fundamental importância para a sua santidade e para o bom desempenho da sua missão. Se levado a sério, o que Ele lhe diz fará você agir do mesmo modo que Cristo agiria se estivesse em seu lugar.

Em Cristo, com amor,

   

segunda-feira, 25 de julho de 2011

UM CHAMADO

. PAULO TINHA UM CHAMADO E UMA VOCAÇÃO - A primeira coisa que podemos destacar é o chamado de Paulo, o segredo de sua chamada é fantástico. Paulo teve este privilégio de possuir uma chamada inequívoca quando na estrada de Damasco teve uma visão do próprio Senhor Jesus, e foi uma visão tão forte que o cegou por três dias! Uma coisa é a chamada outra é a vocação. Todos os pecadores são chamados para a salvação, mas outra coisa é a vocação!
Nós precisamos de chamada e precisamos de vocação! A chamada é a voz de Deus que nos atrai, a vocação é a inspiração de Deus para cumprir essa chamada.E a maior prova disso é que Jesus disse que muitos são chamados e poucos escolhidos.
E como podemos nos manter de pé diante desse mundo cruel?
É que a chamada de Deus foi tão forte na nossa vida que é impossível não querer estar na presença Dele!
Outra coisa é que você apesar de estar muito cansado, Deus te vocacionou para o evangelho. Você por mais que até tente ser uma pessoa como antes cheia de manchas rugas e mazelas de pecado, não consegue se misturar mais do mesmo jeito porque a vocação grita aos seus ouvidos e te dá força para continuar firme no propósito da santidade!
 Este é o segundo segredo de Paulo, “...revelar seu Filho em mim...”. O que impede satanás de tocar em você é o carimbo de Deus!!!
Há uma marca invisível na sua vida!!! Por muitos anos a marca era necessariamente uma marca visível, manga comprida, bainha comprida... Só que esta marca visível era falível, pois podia mostrar uma diferença exterior, mas não necessariamente demonstrava uma diferença interior.
Pois havia prática de pecado regular e habitual.

QUEM JÁ FOI AO CAMPO E VIU A MARCA QUE O GADO USA? Aquela marca denuncia quem era o dono daquele gado.
 Pregar não somente subir  no altar e pregar um lindo sermão... Pregar o evangelho é mostrar para os outros a marca que você recebeu de Deus.
Depois que eu recebi essa marca tudo mudou na minha vida! Você quer essa marca também???
Isso é pregar, é dizer o que Deus fez e está fazendo!!!
PREGUE EM TODO O TEMPO, FALE DE JESUS. 

 NÃO CONSULTEI A CARNE NEM O SANGUE- È por isso que muita gente não fica firme na igreja, pois fica consultando a carne e o sangue para tomar as suas decisões!
Se formos tomar decisões espirituais tomando como base sentimentos carnais nunca tomaremos uma decisão correta!
Veja que há um complô para que você não seja uma pessoa espiritual pois a minha e a sua carne milita contra as nossas decisões espirituais!!!
Ei você sabe que vai ter que mudar o seu padrão de vida né? A minha carne me disse!

Mas a razão de Paulo fundar tantas igrejas foi o fato de sentir-se um devedor. Foi o fato de saber que aquelas pessoas poderiam estar vivendo uma vida bem diferente e só a Palavra pode fazer isso, trazendo transformação.
Quando nos sentimos devedores, por exemplo, abrimos a porta da nossa casa para um culto doméstico!
 PAULO NUNCA DISSE NÃO PARA JESUS  Dizer sim para tudo que Jesus nos pede não é uma tarefa fácil!!!
Tem gente pronta para muitas coisas, menos para as coisas de Deus!!!
Estão prontas para a copa...Estão prontas para o dia dos namorados...estão prontas para um churrasco...
 não estando pronto nem para Deus , nem para si, a casa vazia estará disponível para o Diabo!!!
Deus só põe na galeria dos heróis da fé homens dispostos!
Este “pronto” aqui não e uma referência de homens que não precisavam aprender mais nada, e sim homens que disponibilizaram o pouco que tinham e sabiam para o serviço da causa e da casa de Deus!
 PAULO NÃO SE ENVERGONHAVA DA SUA MENSAGEM = Romanos 1:16 Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.
Romanos 26:15-18 E disse eu: Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues; Mas levanta-te e põe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, para te pôr por ministro e testemunha tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda; Livrando-te deste povo  e dos gentios, a quem agora te envio, Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus; a fim de que recebam a remissão de pecados, e herança entre os que são santificados pela fé em mim.

I Corintios 9:16 Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho

O mais elevado de todos os chamados é o chamado de pregar o evangelho de Jesus Cristo.Deus é Aquele que chama os homens ao ministério do evangelho!
Em Cristo,com amor

As 3 virtudes da santificação


I Pedro - 1:15 e 16
15. Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
16. Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.
Nesta mensagem eu gostaria de expor aos irmãos uma condição para ver a Deus. Eu entendo que se o justo viverá pela fé, então a minha fé me condiciona a ver a Deus mesmo nesta vida, pois eu creio em um Deus que é o mesmo ontem, hoje e será eternamente, e sendo um Deus assim, Ele não nos privaria de vê-lo ainda nesta vida, mas falo do ver com olhos espirituais e não os carnais, pois os olhos carnais são corruptíveis.
Eu busco a ver a Deus todos os dias, e a cada dia que se passa eu espero que meu Senhor Jeová se revele para mim (embora Ele se tem feito revelar através da palavra e milagres), pois sei que a vida cristã não é fácil, e se fosse fácil, todos seriam cristãos, pois a palavra "cristão" significa pequenos Cristo.
Santificação. Está é a chave para o sucesso do verdadeiro cristão.

O QUE É SANTIFICAÇÃO?

Realmente o que vem a ser santificação? De uma coisa eu sei, é vontade de Deus para com os seus filhos amados.
Através de toda a Bíblia, a santificação tem sido um elemento essencial na relação entre Deus e seu povo. Esta qualidade de ser separado do pecado é uma característica fundamental da santidade de Deus, que tem que ser desenvolvida como parte do caráter de seus filhos.
 Talvez você diga: mas ele é Deus!!! Então eu te digo que Ele mesmo disse que nós somos feitos a sua imagem e semelhança, se Deus disse que nos quer santo, então é por que podemos ser santos, então busque e verá o quanto é maravilhoso se santificar.
Ao longo do tempo a palavra santificação, foi tendo outros entendimentos, tais como pureza, limpeza, bondade, caridade, e isso tudo não são santidade, e sim obrigação de uma pessoa de bom caráter. Mas ao buscar santidade alcançamos um crescimento na vida espiritual, pois a bíblia nos diz que devemos aproximar de Deus, e assim Ele se aproximará de nós (Tg 4:8a). Por isso entre tantas virtudes que alcançamos ao buscarmos , eu escolhi três, que na minha concepção são as mais importantes para uma vida na terra, mas com Cristo.

AS TRÊS VIRTUDES DA SANTIDADE

 Deus só responde quem busca, e não quem fica parado chorando e clamando. E se buscarmos ter uma vida em constante santificação você com certeza receberá estas virtudes:
  1. A CORAGEM – I Samuel 17
    Vemos neste capítulo que um jovem de cabelos avermelhados, com sardas no rosto, com cerca de 1,60 m de altura, totalmente diferente de seus irmãos que eram altos e fortes, e pertenciam ao exército de Israel. E certo dia este pequeno jovem que se chamava Davi, recebe ordem de seu pai para ir até o campo de batalha. Davi nunca tinha visto uma guerra, então ele se alegra, pois veria os Filisteus derrotados. Mas quando ele chega no local, ele somente vê um bando de soldados Israelitas acuados e com medo de um homem terrível com mais 3 m de altura, era Golias, que três vezes ao dia afrontava os Israelitas.
    O interessante é que Davi nunca teve medo de Golias, e a história você conhece. O pequeno Davi vai até o ribeiro e pega cinco pedras, e eu perguntei a Jeová o porque de Davi pegar cinco pedras se ele o derrubou somente com uma, e Jeová me deu uma mensagem que você poderá ler neste site AS CINCO PEDRAS DE DAVI. E vai ao encontro de Golias. Agora eu te pergunto. O que fez Davi acreditar que acertaria no único lugar em que havia uma abertura no capacete do gigante? Ou, o que fez Davi acreditar que sua força faria a pedra cravar na testa do gigante? Realmente Davi sabia que ele não tinha uma mira tão boa, e nem uma força tão grande, mas ele tinha uma vida de santidade. Enquanto seus irmãos ficavam fortalecendo os bíceps, Davi fortalecia o espírito e dentre todas as virtudes que ele recebeu foi a CORAGEM.
    Nada punha medo em Davi,  e a santidade é o segredo de um homem que quer derrubar gigantes.
  2. A FORÇA – Josué 14
    Neste capítulo vemos um dos dois dentre quase três milhões de pessoas que ao sair do Egito conseguiu entrar em Canaã, Calebe, um grande homem que também dentre todas as suas qualidades teve uma que dentro desta mensagem se sobressaiu.
    Calebe sai do Egito juntamente com seu povo e mais adiante recebe ordem de espiar a terra prometida, assim fazendo juntamente com outros onze homens, sendo um de cada tribo (Nm 13). Porém ao voltarem somente Calebe e Josué trouxeram uma boa notícia, mas o povo prefere acreditar nas opiniões negativas, e então Jeová os leva ao deserto. Mas antes de irem para o deserto, Moisés fala para Calebe que ele herdaria as terras que ele espiou.
    Então o povo vaga pelo deserto por cerca de quarenta anos, e voltam, só que agora liderados por Josué, chegam em Canaã, e o capitão Josué começa a distribuir as terras, quando se levanta um velho jovem, e interrompe o capitão e lhe diz que Hebrom era sua, pois Jeová o havia dito pela boca de Moisés que assim seria, e ele não abriria mão do que era seu por herança.
    Talvez alguém pudesse ter dito que ele já estava velho, mas antes que isso aconteça, Calebe se coloca de pé e diz:
    "Quarenta anos tinha eu, quando Moisés, servo do SENHOR, me enviou de Cades-Barnéia a espiar a terra; e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração; E agora eis que o SENHOR me conservou em vida, como disse; quarenta e cinco anos são passados, desde que o SENHOR falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e agora eis que hoje tenho já oitenta e cinco anos; E ainda hoje estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual era a minha força então, tal é agora a minha força, tanto para a guerra como para sair e entrar". Calebe se santificava e dentre todas as suas qualidades ele tinha CORAGEM.
  3. A UNÇÃO – I Reis 18
    Este sem dúvida é um dos textos que Jeová mais se alegrou, pois um profeta que mais se parecia com um andarilho, se levanta indignado com o pecado de toda uma nação e se coloca diante do rei Acabe, e diz que não iria chover, enquanto ele não dissesse para que chovesse, era o grande profeta Elias.
    Elias estava apenas colocando em prática o que o próprio Jeová tinha dito em Deuteronômio 28, que se o povo não obedecesse Ele, fecharia o céu, e não choveria sobre a terra. Eu gosto dessa bravura de Elias, quando ele fica indignado com o pecado e usa a verdadeira palavra de Deus para corrigir o povo, A SALVAÇÃO.
    Depois de ficar sem chover por três anos, Elias volta para encarar o rei Acabe e fazer o desafio que mostrará o verdadeiro Deus. Então no momento em que o rei Acabe se encontra com Elias, ele faz uma afirmação em forma de pergunta, dizendo:
    ÉS TU ELIAS, O PERTURBADOR DE ISRAEL??????? Sim, verdadeiramente Elias perturbava o rei, o povo, e a todos que andavam as margens da palavra de Deus .
    Elias tinha uma vida santificada, e por isso, dentre todas as suas qualidades de servo de Deus, ele tinha A UNÇÃO.
Precisamos de SANTIFICAÇÃO. Pois sem ela ninguém verá a Deus, e se você quer ver Deus operar em sua vida e em seu ministério, comece a santificar sua vida agora, pois já não é sem tempo que devemos buscar ver a Deus nesta vida.
O livro de Atos, em seu capítulo 16, nos fala que dois homens  chegaram em uma cidade, que era mais uma colônia chamada Filipos, e ali expulsaram um demônio do corpo de uma mulher. Esta mulher dava lucro a alguns homens que vendo que ela não adivinhava, pegaram os dois rapazes e os prenderam. Mas então os levaram aos magistrados e disseram as seguintes palavras sobre os dois rapazes:
At 16:20 - Estes homens sendo judeus perturbam a nossa cidade.
Você foi chamado para ser um perturbador, e se até hoje você tem ficado na inércia, já está na hora de se mover. O segredo? SANTIFICAÇÃO.
Busque santificação e certamente verá a Deus.
Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. - Hb 12:14

Em Cristo,com amor

domingo, 24 de julho de 2011

RENUNCIANDO TODOS PECADOS

Satanás quer que o homem peque, para ter um outro direito, o direito de posse sobre a vida da pessoa, desta forma, ele tem o direito de agir legalmente na vida da pessoa. Mas isto é bíblico ? Em 1 João 3.8 nós temos um primeiro texto a considerar:
“Quem comete o pecado é do diabo, porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo."
Então, aquele que peca é do diabo? Sim. Isso significa que o diabo tem alguma posse, ou seja, tem o direito de agir na vida da pessoa, assim como quem tem posse de uma casa tem o direito de agir dentro dela. Tem ainda o direito de levar para essa casa o que ele quiser; e dá para imaginar o que ele leva... nunca será nada de bom.
O segundo texto a considerar é outro versículo escrito por João, desta vez em seu evangelho. Em João 8.34 Jesus disse:
“...Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado.”
Neste versículo a segunda ocorrência da palavra pecado foi personalizada por Jesus. Nesta segunda ocorrência, Jesus apresenta o pecado como o dono de um escravo, isto é, o dono de todo aquele que pratica o pecado. Já lemos que o pecado é a transgressão da lei de Deus (1 Jo 3.4). Transgressão é algo impessoal, e portanto não pode ser o dono de alguém. Indiretamente Jesus usou de simplicidade para ensinar uma grande verdade: “Quem comete o pecado é escravo do Diabo”. João compreendeu essa grande verdade, e a ensinou claramente em 1 João 3.8.
Quanto ao direito de posse, ainda temos um terceiro texto a considerar. Em Mateus 12. 43-45 Jesus ensina o seguinte:
Quando o espírito imundo sai do homem, anda por lugares áridos buscando repouso, mas não o encontra. Então diz: Voltarei para minha casa de onde saí. E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai. E leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali. E são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros. Assim acontecerá também a esta geração má.”
Um demônio pode ser expulso sem que seja quebrado seu direito de posse.  Porém, ele pode voltar trazendo mais destruição para a vida da pessoa. O demônio diz: “Voltarei para minha casa...”. A palavra “casa” refere-se ao lugar que foi dado ao Diabo na vida da pessoa (Ef 4.25-32). O demônio voltou pois sabia do direito que tinha. Ele diz: “... minha casa...”. Isto é direito de posse. Depois que o demônio é expulso, por um tempo, não existirá sua presença e controle, a pessoa terá um paliativo, porém, só haverá libertação quando o direito do demônio for quebrado e a pessoa cheia com o Espírito Santo. Se isto não acontecer, o demônio voltando “... leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entrando, habitam ali. E são os últimos atos desse homem piores do que os primeiros...”.
Além de Efésios 4.25-32, Paulo também nos mostra o direito de posse com a palavra “vantagem” em 2 Coríntios 2.10,11: “A quem perdoais alguma coisa, também eu perdôo; porque de fato o que tenho perdoado, se alguma coisa tenho perdoado, por causa de vós o fiz na presença de Cristo, para que Satanás não alcançe VANTAGEM sobre nós, pois não lhe ignoramos os designios.”A verdade é que Satanás e seus demônios, tem explorado, defraudado e se aproveitado até mesmo muitos crentes. Paulo reconhecia que até com ele mesmo isto poderia acontecer se ele não liberasse perdão. No contexto desta passagem nos versículos de 5 a 9, percebemos que um crente rebelde havia sido suficientemente castigado e se arrependera. Aparentemente alguns queriam uma punição ainda mais severa (2 Co 2.6-8), mas no caso dele a igreja tinha que liberar perdão e amá-lo, senão, além do irmão ser consumido por excessiva tristeza (v.7), toda a igreja daria direito de posse a Satanás e seria destruída por ele (v.11).
O direito de posse é quebrado quando há verdadeira confissão e arrependimento dos pecados. Em 1 João 1.9 está escrito:
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça.”
Confessarmos  é fazer uma declaração admitindo a sua pecaminosidade e seus pecados particulares, é concordar com a Palavra de Deus renunciando todos os pecados, pois a confissão desacompanhada da determinação de livrar-se do pecado (que é sinal de arrependimento), é uma oração inútil. Dizer sempre para Deus: Senhor, aqui estou novamente, com o mesmo pecado. Perdoa-me. Isso não é arrependimento, e sem o arrependimento não há perdão (At 3.19; At 8.22). As atitudes ou ações de cada um demonstrarão se houve arrependimento (Mt 3.8; At 26.20).

Em Cristo,com amor

sábado, 23 de julho de 2011

VEJA AS CONDIÇÕES

“E, por isso, também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu; se, todavia, estando vestidos, não formos achados nus.”
2 Coríntios 5.2,3

A salvação que Jesus operou se completa com a nossa aceitação de tudo o que nos é dado. Dessa forma, não podemos amputar partes da Palavra, como se delas não precisássemos. Tudo foi escrito para que completássemos nossa fé. Os que não dão importância ao que a Escritura declara sobre qualquer assunto enfrentarão problemas no dia do acerto de contas. Segundo o Senhor, até um til será cumprido (Mt 5.18).
Temos de nos vestir de todas as revelações que servem de roupagem para cobrir a nossa nudez espiritual.  Somos responsáveis por descobrir o que pesa sobre os nossos ombros e cumpri-lo. As pessoas que desprezam o que lhes é dado em Cristo não serão vestidas da habitação celestial. Se a Palavra assim declara, tenho certeza de que isso é necessário. Então, o melhor a fazer é cumprirmos o que está revelado no Livro Santo. Com isso, não teremos problema algum no Dia do Senhor. Já quem não dá a atenção devida ao que lhe é revelado se verá em maus lençóis.
Busque do Pai celeste tudo o que Sua Palavra tem para revestir você; assim, não temerá ou sofrerá danos no dia a dia nem na vinda do Senhor Jesus. Não é difícil deixar o pecado e também não é nada complicado, ou impossível, receber o que Deus tem para nós – é só questão de crer.
Essa palavra não foi escrita de qualquer maneira, como se Paulo tivesse de aumentar um pouco mais sua carta aos irmãos de Corinto. O apóstolo foi fiel ao que lhe foi mandado escrever e o fez. Pedro disse que algumas coisas que o apóstolo Paulo havia escrito eram difíceis de serem entendidas (2 Pe 3.16), mas, como a Escritura se revela de modo espiritual, basta orarmos para que nos sejam mostrados os significados das palavras que não entendemos.
Todos aqueles que se converteram foram vestidos com a salvação, mas, se Cristo viesse hoje, seriam achadas nuas. Por que perderam as vestes? Não teria sido por causa do diabo, aquele que brama como leão e anda ao nosso derredor procurando quem tragar? Resista a ele, firme na fé, e o inimigo fugirá de você (Tg 4.7). Busque vestir-se de toda a revelação vinda do Senhor.
Fomos preparados pelo próprio Deus para a vida eterna, por isso precisamos ser achados vestidos. Ele nos deu o Seu Espírito Santo como garantia de que cumprirá Sua Palavra. Portanto, não se deixe levar por nenhuma “conversa fiada” do maligno. Se você for achado nu, espiritualmente falando, perderá muito do que o Senhor já preparou para todos aqueles que foram chamados segundo Sua divina presciência.

Em Cristo, com amor,

   

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O CONVITE E O ALERTA DE DEUS



“Tenho, porém, contra ti, que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas” Apocalipse 2:4-5

Arrependimento é um conceito impopular no mundo em que vivemos e isso é muito triste. O arrependimento é a porta de entrada de uma nova vida, onde o perdão, a paz, a transformação e a salvação são asseguradas pela graça de Deus, em Cristo nosso Senhor e Salvador. Mais triste, porém, é a verdade de que mesmo na igreja a noção de arrependimento é deixada de lado, em troca de um sentimento de que Deus perdoará os pecados amados, acariciados e vividos pelos membros da igreja simplesmente mediante uma suposta fé, geralmente apenas teórica, manifestada por essa pessoa pessoa que ama, acaricia e vive o pecado. Não se esquecendo de que nesse caso a fé se torna um mero jogo de palavras retiradas quase que forçadamente do coração que ama aquilo que sabe estar errado, mas nada tendo que ver com real contrição, quebrantamento e entrega do coração a Deus, para que venham as vitórias contra esses pecados.
Todos nós passamos por momentos de maior ou menor força espiritual. Erramos, caímos, levantamos, e seguimos em frente numa atitude de fé. Mas nem sempre esse processo acontece sem dificuldade, temos uma natureza pecaminosa e um inimigo sempre pronto a nos tentar e acusar por nossos erros. Tudo isso faz com que Deus se disponha a nos revelar uma verdade importante.
Todo pecado é uma realidade de rebelião contra Deus, e todo pecado exige a morte do transgressor. Para nos livrar, Cristo deu sua vida e nos exorta a analisarmos nossa condição espiritual no momento. Alguns de nós estão em pé e precisam tomar cuidado para que não caiam, outros estão caídos e a Palavra de Deus diz para que agente se lembre do momento em que foi que caímos. Em que momento nós passamos a alimentar e viver no nosso coração qualquer pecado consciente? Será que podemos realmente continuar a viver uma vida espiritual de fachada e hipocrisia sem perdermos a vida eterna por tão pouco?
Nem sempre é fácil tomar a decisão de sermos sinceros sobre a perversidade de nossos erros conosco mesmo ou até com Deus. Temos dificuldade de ver o real caráter de nossos pecados e temos facilidade de nos justificarmos diante de nossas falhas sem nos arrependermos. Porém o convite e alerta de Deus é para que o ser humano se arrependa para que viva a experiência do perdão e da transformação. Além disso, devemos lembrar que se não nos arrependermos perecemos em nossos pecados. Trocaremos o céu e a eternidade no amor e na presença de Deus pelo que nesse mundo? Nada vale a pena. Que a graça de Deus abra nossos olhos e nos conceda o poder de entender que o pecado não é bom e que o arrependimento genuíno possa brotar nos nossos corações pela fé na verdade de Deus.
Em Cristo,com amor

quinta-feira, 21 de julho de 2011

UM HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Um homem que, entre outros pecados, adulterou e mandou matar o esposo daquela com quem se envolveu é chamado por Deus de "homem segundo o meu coração" (1Sm 13.14 e At 13.22).
Deus estava tratando da questão do reinado de Saul e, através do profeta Samuel, anunciou que já havia escolhido para reinar em Israel um homem que lhe agradava. A expressão "segundo o meu coração" significava um homem que se enquadrasse nos requisitos de Deus para o exercício da função real. Deus sabia que Davi era este homem, pois conhecia o seu coração, sua disposição e sua personalidade.
Que requisitos seriam estes que, mesmo tendo-os, Davi ainda estaria sujeito às quedas que mais tarde sofreria? Davi não era hipócrita, pois conhecia suas falhas, seus limites e sabia quando e o quanto desagradava a Deus com suas transgressões .Neste processo de reconhecimento da própria miserabilidade, humilhava-se diante do Todo-Poderoso em busca da misericórdia e purificação.Foi na sua sinceridade que Davi disse a Natã: "Pequei contra o Senhor", 2Sm 12.13. E esta confissão foi tão sincera , que o profeta imediatamente replicou: "Também o Senhor te perdoou do teu pecado; não morrerás". Não obstante o perdão, as consequências daquele pecado foram terríveis para Davi.
Além da sinceridade, Davi tinha características de quem adorava a Deus, não somente nos momentos de culto, mas também na prática da vida.
Porque Davi foi um homem segundo o coração de Deus? Quais são as características de um homem, mulher, ser humano, pessoa, jovem ou adolescente  para agir segundo o coração de Deus? Marcas inconfundíveis, fundamentais?Davi foi segundo o coração de Deus por que era fiel nas pequenas coisas.

A palavra de Deus diz que Davi foi ungido – é a primeira e grande perspectiva de uma vida pra ser usada pelo Senhor. Deus já conhecia a Davi – Se Davi dependesse dos outros pra ser ungido, jamais isso aconteceria!
Até o pai de Davi nunca podia imaginar que Deus iria usa-lo. Nem sequer o chamou! Samuel teve que perguntar: “Tem mais alguém?”
Davi o adorava em espírito e em verdade; oferecia a Deus o perfeito louvor e adoração. Ele não apenas tocava, cantava, falava com a voz – ele adorava – falava com o coração

Ele foi um homem perfeito, sobrenatural, isento de pecados? Não! Davi
adulterou com Bete-Seba, planejou o assassinato de Urias, desobedeceu a Deus
ao realizar a contagem do povo, não lidou decisivamente com o pecado dos seus
filhos, porém, foi vitorioso porque reconheceu os seus pecados e as suas
fraquezas, arrependeu-se e confessou humildemente ao Senhor. Davi era
semelhante a qualquer um de nós, porém, aprendeu que a melhor maneira de
alcançar o coração de Deus é o caminho da adoração, da humildade, da
sinceridade e do arrependimento.
Quando pensamos em Davi, logo nos vem a mente que ele era pastor, poeta, matador de gigante, rei e antepassado de Jesus ― em resumo, um dos maiores homens do AT. Mas existe uma outra relação junto a esta: traidor, mentiroso, adúltero e assassino. A primeira lista fornece as qualidades que todos nós gostaríamos de ter; a segunda, as que poderiam ser reais a nosso respeito. A Bíblia não faz esforço algum para esconder os fracassos de Davi. Ele ainda é lembrado e respeitado por seu coração voltado para Deus. Quando aprendemos que compartilhamos mais dos fracassos de Davi do que de suas fraquezas, deveríamos ficar curiosos para descobrir o motivo pelo qual o Senhor se refere a ele como “o homem segundo o meu coração”.
Davi, apesar de suas fraquezas, possuía uma fé inabalável na fiel e poderosa natureza de Deus. Foi um homem que viveu com grande prazer. Ele pecou, mas foi rápido em confessar . Suas confissões eram de coração, e seu arrependimento genuíno. Nunca negligenciou o perdão de Deus ou tomou sua bênção como uma concessão. Em troca, o Senhor nunca lhe negou seu perdão ou as retribuições de suas ações. Davi experimentou a alegria do perdão mesmo quando teve que sofrer as conseqüências de seus pecados.
Nossa tendência é inverter os papéis. Na maioria das vezes preferimos evitar as conseqüências a experimentar o perdão. Embora tenha cometido um grande pecado, Davi deliberadamente não repetiu o mesmo erro. Ele aprendeu com suas falhas porque aceitou o sofrimento que estas lhe trouxeram. Com freqüência parece que não aprendemos com nossos enganos ou com as conseqüências resultantes deles. Quais mudanças seriam necessárias para que Deus encontrasse esse tipo de obediência em você?

Con­cluí­mos que um homem segundo o cora­ção de Deus é aquele que reúne as seguin­tes carac­te­rís­ti­cas: Ele deve ser humilde, reco­nhe­cer as suas fal­tas e confessá-las, e pronto a obe­de­cer à sobe­rana von­tade de Deus. Tudo isto encon­trou Deus em Davi, ape­sar de ter sido eleito o rei de Israel.

Em Cristo,com amor

quarta-feira, 20 de julho de 2011

VOCÊ É UM ESCOLHIDO



“Não fostes vós que me escolheste a Mim; pelo contrário, Eu vos escolhi
a vós outros, e vos designei para que vades e deis frutos...” (João 15:16).



Considera comigo o quanto somos preciosos para Deus, Ele nos escolheu em
Cristo Jesus. Às vezes pensamos que somos insignificantes e fracos. Mas o
fato é: Fomos escolhidos por Deus, logo para Ele, eu e você, temos um grande valor
Como poderia amá-lo aquele que não o escolheu?
A Palavra nos diz que Deus escolhe os loucos para confundir os sábios, os fracos para confundir os fortes. Afinal Ele veio para os doentes, porque os sãos não precisam de médico. Assim é o Senhor, Ele escolhe aqueles que reconhecem que necessitam e dependem D’ELE, que reconhecem que a sua força está N’Ele, como diz no Salmo 83, 6 : Bem aventurado o homem cuja força está em Ti…
Deus não pode usar os que se acham muito cheios de força, talento, capacidade, razão, sabedoria, etc. Porque Ele escolheu o dependente D’ELE, aquele que se apresenta diante D’Ele como filho, apenas filho, reconhecendo que tudo aquilo que ele tem e é vem do Senhor
As perseguições sempre existirão, afinal, estamos lutando contra um inimigo eterno, cujo desejo é ver-nos derrotados.
O Senhor sempre nos surpreende. Fui levado pelo Espírito Santo a meditar na carta do apóstolo Paulo aos Gálatas 1:1-5 - "PAULO, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo, O qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai, Ao qual seja dada glória para todo o sempre. Amém". Paulo declara no princípio de sua mensagem que não era apóstolo da parte dos homens. Não foi nenhum homem que o tornou apóstolo, nem mesmo ele se tornou apóstolo, ele foi tornado apóstolo por Jesus Cristo, e pelo Pai. Deus escolheu-o entre diversos homens da época para ser usado na pregação do Evangelho entre os gentios. Mas quem eram os gentios? Deus fez uma promessa a Abraão, e a cumpriu através de Jesus, de que nele benditas seriam todas as famílias da Terra. Os descendentes de Abraão são os israelitas, e todo aquele que não é membro da família de Abraão em Israel é chamado gentio. Nós somos gentios, em tempos passados não éramos considerados como povo de Deus, somente os israelitas. Mas o Senhor Jesus carregou o nosso pecado morrendo na cruz e nos fez descendentes de Abraão pela fé que temos Nele, assim mesmo não sendo descendente carnal de Abraão, temos direito às promessas de Deus pela nossa fé em Cristo. Nós só sabemos disto hoje, porque Deus usou o apóstolo Paulo para nos fazer entender isto, logo compreendo a importância que este homem teve na propagação do Evangelho do Senhor. Aonde Paulo ia pregando estas palavras, Deus se manifestava com sinais e prodígios, muitos eram curados de enfermidades, pessoas era libertas de demônios e muitos gentios foram alcançados pelo Senhor através de Paulo. Hoje muitas pessoas que vivem do evangelho reclamam da situação que suas vidas se encontram, são pastores, missionários, bispos, apóstolos, diáconos e etc. que não tem visto o poder de Deus se manifestar em suas vidas com provisão, cura, milagre, poder, unção e salvação de vidas. Não estou falando do fato de enfrentar lutas, pois todos os seres humanos enfrentam lutas aqui na Terra. Refiro-me à em meio à luta, não ver a providência de Deus, e sair reclamando porque que Deus não faz nada. Aqui o Senhor falou comigo: Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos (Mateus 22:14). Hoje muitos são pastores porque alguém o convidou a ser pastor. Quem é escolhido sofre aflições, mas vê a mão de Deus se manifestar em todas elas. Quem é escolhido vê o invisível, crê no incrível e conquista o impossível.  O Espírito Santo lembra-me do mágico que ofereceu dinheiro a Pedro pra receber o poder de Deus, e quantos estão recebendo o título de Pastor pagando certa quantia em dinheiro. Nesta mensagem de Gálatas, Deus fala a mim e a você: NÃO É A FORMA QUE TE CHAMAM QUE FARÁ DIFERENÇA EM TUA VIDA, NÃO É O TÍTULO, O RÓTULO, NÃO É O CARGO, É O MEU ESPÍRITO, É A MINHA GLÓRIA, É O MEU PODER, É A MINHA UNÇÃO.  Convido-te a viver segundo a vontade do Senhor!
Em Cristo com amor,

terça-feira, 19 de julho de 2011

PERIGO QUE RONDA OS ABENÇOADOS

Não detenhas dos seus donos o bem, estando na tua mão poder fazê-lo.


Provérbios 3.27


Ser ungido pelo Senhor para fazer Sua obra é muito bom, importante e abençoador, mas, com o que recebemos, nós nos tornamos responsáveis pelo modo com que as pessoas viverão. Temos o poder para ligar aqui na terra o que o Espírito Santo nos revelar pela Palavra de Deus; também temos o poder de desligar qualquer obra que o maligno estiver fazendo na vida daqueles que nos pedem ajuda.
Os que recebem do Senhor o dom de manifestar a Sua glória para as pessoas, as quais lhes são enviadas – ou a quem eles são enviados –, precisam entender que isso lhes foi dado não como pagamento de alguma dívida de Deus para com eles, mas, sim, para que abençoem os sofredores. Somos devedores de todos os perdidos para lhes dar a salvação.
Esse versículo nos revela que a bênção que recebemos para entregar ao povo não pertence a nós, mas aos que dela precisam. Então, devemos “pagá-los” sempre que for possível com o que, por direito dado pelos Céus, pertence a eles. Não fazemos um favor aos perdidos quando cumprimos o nosso dever; eles é que fazem o favor de nos permitir que sirvamos a Deus e, desse modo, sejamos abençoados.
Quem se recusar a entregar ao sofredor o que lhe pertence dará conta do mal feito a ele. Com esse entendimento, os filhos do Altíssimo jamais se encontrarão “no vermelho”, pois, ao executar sua missão, estarão cumprindo o débito que Deus colocou na conta deles. Paulo disse: “Ai de mim se não anunciar o evangelho” (1 Co 9.16b)!
Com a cura do homem da mão ressequida, a lição que Cristo deu aos fariseus é de suma importância: se Ele não fizesse o bem àquele homem, Ele estaria fazendo o mal. Pelo bem que realizaria no sábado, eles O acusariam, mas, pelo mal que faria se não tivesse curado aquela mão, eles nada fariam com Jesus. Aqueles hipócritas não entendiam nada do amor divino. Meu irmão, se você recebeu o dom de Deus, faça o bem, pois, do contrário, você receberá a sua pena.
Quem foi ungido é o único que pode fazer a obra para a qual foi eleito e revestido de poder. Veja o que lhe foi dado e não deixe de cumprir o seu dever – ou, então, no Grande Dia, terá contas a acertar por ter deixado de fazer o bem a quem dele precisava. O Todo-Poderoso o tem preparado para certas missões que somente você pode realizar.
Faça a sua parte com toda a fidelidade ao Senhor e jamais deixe de dar a quem necessita o que pertence a ele. Por certo, na eternidade, você receberá a recompensa por ter sido servo de Deus. O tipo de filho que agrada ao Pai é aquele que executa a sua missão e, por isso, tem acesso a tudo o que o Senhor possui. Se você ainda não se tem deixado usar pelo Altíssimo, viva essa experiência a partir de agora. Assim, verá o quanto Deus irá recompensá-lo.

Em Cristo, com amor

segunda-feira, 18 de julho de 2011

NÃO PRONUNCIE ENGANO

“Enquanto em mim houver alento, e o sopro de Deus no meu nariz, não falarão os meus lábios iniqüidade, nem a minha língua pronunciará engano.”
Jó 27.3,4

O patriarca Jó serviu ao Senhor com fidelidade, apesar de ter sido tocado pelo próprio Satanás. Esse servo de Deus reconheceu seu erro e, por isso, ficou livre de todo infortúnio que lhe ocorreu e recebeu o dobro do que perdeu. Contudo, a lição maior que fica do seu sofrimento foi a determinação de não negar sua fé em Deus, não dando, com isso, oportunidade de o inimigo continuar a opressão.
Jó tomou a sábia decisão que o fez permanecer firme na batalha, a qual ele venceu depois de muita luta. As resoluções que tomamos em nosso coração e pronunciamos nos prendem ou nos soltam das amarras malignas. Enfrente cada peleja confessando e crendo no que o Senhor afirma sobre a sua posição na Palavra dEle. Com isso, você será vencedor.
O alento da nossa alma é a fé! Ela nos foi concedida por Deus e, exercendo-a, podemos fazer a vontade dEle e resistir às artimanhas do diabo, que deseja tirar-nos da presença do Altíssimo. A fé nos liga ao Senhor e, com ela, tornamo-nos pessoas fortes e capacitadas para lutar contra o inimigo e vencê-lo. Ainda que este pareça ser invencível, não tenha medo dele, pois a fé fará você agir com superioridade diante das forças que o atacam.
O sopro de Deus sairá de você somente no momento em que Deus determinar; então, não viva com medo da morte, pois, na vida daquele que serve ao Pai, ela não tem poder algum. Os que são do Senhor já venceram todo o poder do inferno e a própria morte. A nossa passagem desta vida para a outra será gloriosa.
Tome a sábia decisão de não deixar seus lábios proferirem algo que seja iníquo. Quem desagrada a Deus agrada ao maligno. Ora, devemos sempre desagradar ao inimigo da nossa felicidade. Deus Se alegra com a nossa determinação de viver pela fé, agindo sobre Sua Palavra e tomando posse das bênçãos que Ele comprou para os que creem.
A confissão negativa, na qual você reconhece que não tem condições de enfrentar e vencer as tentações, é uma das coisas mais ruins que você pode fazer. Ainda que tenha caído no pior pecado, não dê ao diabo o direito de destruir você para sempre. Ao contrário, achegue-se ao Senhor em oração, confesse o seu erro e fique firme sobre aquilo que a Palavra de Deus revelar ao seu coração. Com isso, você será restaurado à comunhão.
Não pronuncie o engano; se o fizer, ele se tornará senhor da sua vida. Quem fala o que o diabo gosta que seja dito afasta-se de Deus. Temos de nos unir ao Senhor e jamais dar ao inimigo o prazer de ver as palavras dele em nossa boca. Confesse sempre o que a Palavra de Deus diz ser sua posição em Cristo, seja forte em reivindicar os seus direitos e, assim, você passará a ser vencedor sobre todas as coisas.

Em Cristo, com amor,

   

domingo, 17 de julho de 2011

UMA ORAÇÃO NECESSÁRIA

“Livra-me, meu Deus, dos meus inimigos; defende-me daqueles que se levantam contra mim. Livra-me dos que praticam a iniquidade e salva-me dos homens sanguinários.”
Salmo 59.1,2

Existem pessoas possuídas pelo demônio da maldade, e tudo o que fazem é praticar a iniquidade. Elas são inimigas do bem e, quando veem alguém feliz e próspero, logo concebem um plano para atacá-lo. Davi experimentou o que os homens maldosos podem fazer, mas ele também aprendeu o que uma pessoa de bem é capaz de fazer contra eles: orar a Deus, pedindo Sua ajuda.
O desrespeito à Palavra do Senhor leva muita gente a agir fora da razão e, desse modo, a prejudicar o próprio plano divino. Os malvados estão por toda parte, e o propósito deles sempre será contrário aos que são do bem. As vítimas desse tipo de pessoa devem orar para que o Senhor as defenda. Desse modo, os inimigos não conseguirão completar seu maligno intento, pois, com a ajuda do Senhor, elas serão guardadas.
A obra de Deus não vai parar por causa dos que se vendem ao diabo e prejudicam o trabalho dos que se dedicam a cumprir a vontade divina. Alguns desses inimigos, disfarçados de filhos de Deus, têm uma conversa “macia”, mas, dentro de si mesmos, só habita o ódio. Não medem esforços para atacar aqueles que foram colocados pelo próprio Deus em Sua missão. Porém, mais cedo do que pensam, esses “impostores” pagarão a conta. Por terem a mente cauterizada pelo erro, sequer se dão ao trabalho de pensar no mal que fazem a si mesmos ao se lançarem contra os que são chamados pelo Altíssimo. Eles tomaram o caminho do erro, no qual Balaão, o profeta que viu a jumenta falar (Nm 22), deu-se muito mal. Quem se deixa usar pelo diabo está fazendo a pior opção; Satanás não sabe o que é piedade e, quando tiver oportunidade, causará à sua vítima um de seus males.
O Senhor defende aqueles que colocam nEle a confiança. Como guerreiro pronto para a batalha, o Onipotente não Se recusa a atender aos Seus nem Se opõe a entrar na peleja em favor deles. Pobres daqueles que fazem do mal o seu bem! Quando precisarem da ajuda divina, clamarão e não serão ouvidos. O que lhes espera é o ódio do maligno, a quem serviram com dedicação.
O que Davi escreveu é a fórmula para Deus livrá-lo dos que se entregaram à vontade do iníquo: atenda à oferta divina e parta para a batalha, sabendo que o próprio Deus irá encarregar-Se de travar as suas lutas. O fato de o Senhor mandar Davi escrever o seu segredo é a garantia de que Ele lhe dará a vitória!
Não importa quem são os seus inimigos. O seu verdadeiro Amigo, se convocado, entrará em ação e irá livrá-lo das mãos dos que se prestam ao erro. Por que não orar agora e contar tudo a quem está pronto para lhe dar o livramento?

Em Cristo, com amor,

   

sábado, 16 de julho de 2011

SEGURE O QUE DEUS LHE DEU

Desprezar algo que você alcançou do Senhor é praticamente imperdoável. Ora, quando a benignidade do Altíssimo é derramada sobre a sua vida, você conseguiu tudo aquilo de que precisava para não continuar na condenação. Assim, crendo no que Jesus fez, é possível considerar-se completamente justificado. No entanto, quem despreza a misericórdia com a qual foi revestido não poderá levantar-se e ocupar seu lugar no Reino.
Deus o aceita como você é, mas a benignidade divina fará o necessário para torná-lo a bênção que o Senhor deseja que você seja. Mas, para isso, é preciso confiar no que Ele mostrará em Sua Palavra, para que você endireite sua vida. Não tenha receio de crer no que o Altíssimo o faz entender. Os que são alcançados por este ato de Deus são libertos de tudo o que possa mantê-los nas teias do pecado.
A fidelidade divina é outra virtude que ajudará você nos momentos de fraqueza. Com ela, mesmo que o inimigo se lance contra sua vida com toda a fúria, você não será atingido. Ora, o dom divino é irrevogável e, crendo no que foi realizado em seu favor, você terá sustentação nas batalhas. O que o Senhor fez por você não pode ser desfeito por nada do inferno nem do Céu. Além disso, é impossível existir algo que nos separe do Altíssimo (Rm 8.35-39).
Os dois atributos divinos mencionados nessa passagem das Escrituras são de suma importância. A Palavra nos orienta a amarrá-los no pescoço, a fim de que ninguém nos roube e, assim, fiquemos desqualificados como servos de Cristo. Com eles, podemos levantar a nossa cabeça e caminhar como se nunca tivéssemos sido separados do Criador. Até mesmo a pessoa que cometeu os piores erros não sofrerá condenação se crer na benignidade e na fidelidade divinas.
Em razão disso, com a sua fé, escreva nas tábuas do seu coração que você foi agraciado com benignidade e fidelidade do Senhor. Registre nelas o que entende por esse ato divino. Dessa forma, ao pensar em determinar algo, você não será influenciado pelo inimigo, o qual, sem dúvida, fará você acreditar nas mentiras dele, impedindo que você reivindique o que é seu.
Sua trajetória muda completamente quando há o entendimento de que não existe anulação daquilo que o Todo-Poderoso fez em seu favor. Desse modo, você sempre achará graça e boa compreensão diante dos homens e, principalmente, diante de Deus. As pessoas terão prazer em ter a sua companhia, e o melhor: o Senhor irá satisfazer-Se com a sua presença perante Ele. Portanto, seja ousado em crer na verdade.
Por que não aproveitar o potencial imenso colocado ao seu dispor? O próprio Deus está oferecendo-Se para lutar em seu favor. Então, creia e descanse em meio às suas lutas infrutíferas, pois, com o Altíssimo na batalha, você jamais perderá, e a vitória estará garantida.

Em Cristo, com amor,

   

sexta-feira, 15 de julho de 2011

SIMPLES ASSIM

Filho do homem, eu te envio aos filhos de Israel (...)” Ez 3.3.

A ordem do Senhor traz legitimidade à missão do profeta. Sem esta ordem todo o ministério de Ezequiel seria somente uma coleção de aborrecimentos e frustrações por dedicar-se a um trabalho que não lhe traria nenhum resultado.
A missão era difícil: Pregar a um povo de semblante duro, obstinado de coração (Ez 2.3) que não estaria disposto a ouvir palavras de correção. Normalmente chamar a atenção de alguém não é algo agradável. Quando sabemos que a pessoa não prestará atenção no que vamos lhe dizer, aí mesmo que desistimos da tarefa. Mas ao chamar Ezequiel, Deus o incumbiu de falar, mesmo que ninguém o quisesse ouvir. Ainda que todos lhe virassem as costas e tapassem os ouvidos, a mensagem de Juízo deveria ser anunciada. “Mas tu lhes dirás as minhas palavras, que ouçam, quer deixem de ouvir, pois são rebeldes.” Ez 2.7
Ezequiel teria que enfrentar muitos problemas. Aqueles que se sentissem incomodados com a sua palavra iriam buscar a vingança e tentariam encontrar uma maneira de tornar a sua vida cada vez mais difícil naquela terra. Mas o Deus que chama é o mesmo que prepara o seu servo para enfrentar as duras condições de trabalho. “Mas fiz duro o teu rosto contra os seus rostos, e forte a tua fronte contra a sua fronte. Fiz como um diamante a tua fronte, mais forte do que a pederneira; não os temas, nem te assombres com os seus semblantes, embora sejam casa rebelde.” Ez 3.8-9.
Ezequiel não estava nessa briga sozinho, o Senhor o havia colocado ali, portanto lhe forneceria as condições para resistir. “e tu ó filho do homem, não os temas, nem temas as suas palavras. Ainda que haja sarças e espinhos para contigo, e tu habites com escorpiões, não temas as suas palavras nem te assustes com os seus rostos porque são casa rebelde.” Ez 2.6 Deus se comprometeu a proteger o seu servo das armadilhas que seus opositores levantariam para destruí-lo.
Esta é a grande diferença que existe quando algum trabalho é aprovado por Deus. Ele se responsabiliza pelos resultados. Do ponto de vista humano o ministério de Ezequiel pareceria infrutífero. Poucos iriam querer ouvi-lo pregar, menos ainda iriam converter-se. Mas no processo divino de educação daquele povo, que duraria os setenta anos de cativeiro, a pregação de Ezequiel foi muito importante. Ela deu início a um despertamento religioso onde os judeus exilados, definitivamente abandonaram a idolatria e tornaram-se uma nação monoteísta até o dia de hoje.
Para que Ezequiel fosse bem sucedido em sua missão ele precisaria cumprir alguns requisitos essenciais para quem deseja realizar algo importante para Deus que estão relatados em Ez 2.8. Primeiro: Teria que ouvir o que Deus queria lhe dizer para poder pregar com autoridade. Segundo: Teria que ser obediente. Nem sempre é fácil fazer o que Deus manda. É preciso estar disposto a obedecer mesmo sem compreender completamente o sentido do que nos foi ordenado. Terceiro: Precisaria confiar na provisão divina. Deus sempre fará muito mais do que aquilo que pedimos ou pensamos. Quarto: Não ser rebelde. Ezequiel não foi obrigado a ser um profeta. Ele simplesmente disse sim ao Senhor e não se recusou a fazer o que ele lhe pedia.

A experiência de sua chamada transformou Ezequiel. Ele se tornou avidamente dedicado à Palavra de Deus.
Em Cristo,com amor

quinta-feira, 14 de julho de 2011

FIEL É DEUS

As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. Lamentações 3.22-23

Somente pela misericórdia de Deus é que nos mantemos vivos nessa terra, por isso, todos os dias devemos ser gratos à Deus pela sua infinita bondade. Devemos ser gratos, tementes e fiéis ao Senhor Jesus. Devemos nos colocar em posição de servos e nos oferecer ao Senhor todos os dias.
Por isso, por meio de Jesus Cristo, ofereçamos sempre louvor a Deus. Esse louvor é o sacrifício que apresentamos, a oferta que é dada por lábios que confessam a sua fé nele. Hebreus 13.15
Você deseja mais de Deus? Então dê ao Senhor mais de você. Derrame-se diante Dele, esvazie-se de você e seja preenchido por Deus. Ele é fiel e te recompensará, você sentirá algo que jamais sentiu antes!
Ó SENHOR, lembra que eu tenho te servido com fidelidade e com todo o coração e sempre fiz aquilo que querias que eu fizesse. E chorou amargamente. Isaías 38.3″ Essa foi a oração do rei Ezequias, ele estava doente e quase morreu, porém, quando orou ao Senhor, Deus respondeu: “Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; acrescentarei, pois, aos teus dias quinze anos. Isaías 38.5″
Sê fiel, assim como foi o rei Ezequias, Deus sempre nos mostra sua fidelidade e não nos decepciona. Todos os teus temores, anseios, desejos, devem ser colocados diante Dele e Ele a seu tempo, nos dará a resposta que precisamos. Porque só Deus sabe o que é melhor para nós e devemos aceitar com amor, pois, nós não temos condições de dizer que Deus está errado.
Em Jeremias 5.3 diz: “O que o SENHOR quer é fidelidade.” Que possamos servir ao Senhor com fidelidade e amor, que venhamos a nos doar por completo à Ele, que por amor de nós, entregou o seu filho, Jesus, para perdão de nossos pecados. Não há dinheiro que pague isso, só podemos retribuir ao Senhor com nosso amor e com nossa fidelidade. Nada mais.
Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que ele nos deu. Romanos 5.5 (NTLH)
Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores. Romanos 5.8
Muito acima de toda compreensão finita está a imutável fidelidade de Deus. Tudo que há acerca de Deus é grande, vasto, incomparável. Ele nunca esquece, nunca falha, nunca vacila, nun­ca deixa de cumprir a Sua palavra, O Senhor Se mantém estrita­mente apegado a cada declaração de promessa ou profecia, faz valer cada compromisso de aliança ou de ameaça, pois "Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se ar­rependa: porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria? (Números 23:19). Há ocasiões na vida de todos em que não é fácil, nem mes­mo para os cristãos, crer que Deus é fiel. Nossa fé é provada dolorosamente, nossos olhos ficam toldados pelas lágrimas, e não conseguimos mais encontrar o rumo dos baluartes do Seu amor. Os nossos ouvidos se distraem com os ruídos do mundo, arruina­dos pelos sussurros  de Satanás e não conseguimos mais ouvir a doce entonação da voz mansa e delicada do Senhor. So­nhos alimentados foram frustrados, amigos em quem confiávamos falharam conosco, um falso irmão ou irmã em Cristo nos traiu,fomos traídos por nossas esposas e maridos. Vacilamos. Procuramos ser fiéis a Deus, e agora uma trevosa nu­vem O esconde de nós. Achamos difícil, impossível mesmo, à razão carnal harmonizar a Sua sombria providência com as pro­messas da Sua graça,
Quando você for tentado a duvidar da fidelidade de Deus, brade: "Para trás de mim, Satanás". Ainda que você não possa harmonizar os misteriosos procedimentos de Deus com as Suas declarações de amor, confie nEIe e aguarde mais luz, Na hora dEIe, certa e boa, Ele fará com que você o veja com clareza, “...o que eu faço não o sabes tu agora, mas tu o saberás de­pois" (João 13:7). A seqüência dos fatos demonstrará que Deus não abandonou nem enganou Seu filho. "Por isso o Senhor espe­rará, para ter misericórdia de vós; e por isso será exalçado, para se compadecer de vós, porque o Senhor é um Deus de eqüidade: bem-aventurados todos os que nele esperam (Isaías 30:18).
Deus é fiel na preservação do Seu povo. "Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor'" (l Coríntios 1:9). A con­fiança do apóstolo na absoluta segurança dos crentes estava ba­seada não na força das resoluções deles ou em sua capacidade para perseverar, mas sim na veracidade dAquele que não pode mentir. Visto que Deus prometeu ao Seu Filho um certo povo como Sua herança, livrá-lo do pecado e da condenação e fazê-lo participante da vida eterna na glória, é certo que Ele não permi­tira que nenhum dos pertencentes a esse povo pereça.
Deus é fiel na disciplina ministrada ao Seu povo. Ele não é menos fiel naquilo que retira, do que naquilo que dá. É fiel quando envia tristeza como quando outorga alegria. A fidelidade de Deus é uma verdade que devemos confessar não somente quan­do a tranqüilidade nos bafeja, mas também quando nos afligirmos sob o castigo mais áspero. Tampouco esta confissão deve ser ape­nas de boca, mas também de coração. Reconhecer isso significa que nos humilhamos diante dEle,   em vez de murmurar, damos-Lhe graças por isso. Deus nunca nos aflige sem algum mo­tivo: "Por causa disto, há entre vós muitos fracos e doentes..." (1 Coríntios 11:30), ilustra este princípio. Quando a Sua vara cair sobre nós, digamos com Daniel; "A ti, ó Senhor, pertence a justiça, mas a nós a confusão de rosto..." (9:7).
Hoje posso dizer que todas as vezes que nos sentimos assim é justamente quando já não conseguimos mais caminhar sozinhos e neste instante é necessário reconhecer que longe Dele não somos nada e que é necessário confiar e se entregar a experiência de sua fidelidade. Eu preciso ser fiel dizendo SENHOR EU DEPENDO DE TI. Quando eu assumo esta realidade  percebo  que Deus está comigo durante todo o tempo, e que eu preciso testemunhar essa presença para que outros comecem a crer que Deus é fiel e que a maior prova da sua fidelidade é nunca desistir de me amar

Em Cristo,com amor

Follow by Email

PREGAÇÕES EM DVD

PRESENTEIE A QUEM VOCÊ AMA,EVANGELIZANDO COM AS MENSAGENS DOS NOSSOS CULTOS,FAÇA SEU PEDIDO ATRAVÉS DO NOSSO SITE www.igrejacvv.com.br. PARTICIPE DO NOSSO MINISTÉRIO!

ACESSE NOSSO SITE

www.igrejacvv.com.br E ASSISTA CULTOS ON LINE

Sobre nós

A Igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida é uma instituição inspirada por DEUS para alcançar os corações das ovelhas perdidas da casa de Israel por toda a face da terra.
Com o evento da criação do Ministério Caminho, Verdade e Vida, o Senhor JESUS revelou ao coração do presidente Pastor Gilberto Luiz Chaves o seguimento das três portas do Santuário que Moisés realizava para a adoração do SENHOR DEUS durante o trajeto do êxodo do povo de Israel pelo deserto.
O santuário era composto com três seções para adoração, onde uma delas apenas ao sumo sacerdote era permitido pelo poderoso DEUS adentrar em adoração; A cada seção do santuário havia uma porta .
Hoje com a Graça de DEUS através de seu filho unigênito JESUS CRISTO, essas portas foram substituídas pela GRAÇA DE CRISTO QUE LEVOU SOBRE SI AS NOSSAS DORES E AFLIÇÕES, e a cada porta daquele santuário de outrora, hoje conhecemos que a 1ª porta do santuário é o CAMINHO, a 2ª porta do santuário é a VERDADE, finalmente a 3ª porta do Santuário é a VIDA.
Assim, JESUS é o Caminho e a Verdade e a Vida, como diz no Evangelho de João 14: 6, o santuário vivo do Poderoso DEUS, onde toda a adoração é devida a ele, pois, diz a sua palavra:
“Ninguém vem ao Pai senão por mim”
Desta forma Pastor Gilberto Luiz Chaves teve inspiração de DEUS a denominar A Igreja Pentecostal Caminho Verdade e Vida para realização de trabalho de evangelização e divulgação das Boas Novas a todas as criaturas dispostas a encontrar o SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.
Pastor Gilberto Luiz Chaves é advogado militante com especialização em advocacia Previdenciária, formado desde 1985, exerce suas atividades profissionais seculares regularmente com escritório fixo há mais de 13 anos no mesmo local; foi batizado em 20 de junho de 1990 no Rio Jororó iniciando seu Ministério de Diaconato, quando em 2006 foi consagrado Evangelista pelo Pastor Oscar Luiz de Oliveira Presidente da Assembléia de DEUS Fonte de Amor donde concluiu então o Curso de bacharel em Teologia da Faculdade de Educação Teológica do Estado de São Paulo em 2007, iniciando o Ministério Pastoral.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida detém a valorosa contribuição do Pastor NELCY CHAVES, regularmente inscrito na ORDEM DOS MINSTROS DO BRASIL, homem de fé com mais de 20 anos de Ministério já Pastoreou nas Igrejas Missionária Cristã, Comunidade Ramá, Assembléia de DEUS em Gramacho e agora com mais de 80 anos de idade é colocado como ESTACA DE ORIENTAÇÃO USADO PELO PODEROSO DEUS.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida esta nos braços do SENHOR JESUS a esperar por todos os cansados e oprimidos para a divulgação das boas novas, pois, disse JESUS:
Mateus 11:28
Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.







Arquivo do blog