Total de visualizações de página

sábado, 30 de abril de 2011

SÊ LIMPO

http://vimeo.com/9367512

Mateus 81 ¶ E, descendo ele do monte, seguiu-o uma grande multidão.
2 E, eis que veio um leproso, e o adorou, dizendo: Senhor, se quiseres, podes tornar-me limpo.
3 E Jesus, estendendo a mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. E logo ficou purificado da lepra.
4 Disse-lhe então Jesus: Olha, não o digas a alguém, mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a oferta que Moisés determinou, para lhes servir de testemunho.           

PARABÉNS

A IGREJA PENTECOSTAL CAMINHO VERDADE E VIDA PARABENIZA AO CASAL DENISE E FRANCISCO PELA CONSAGRAÇÃO DE OBREIROS REALIZADA HOJE EM 30/04/2011 NA IGREJA PENTECOSTAL ESPIRITO SANTO.QUE DEUS POSSA CADA DIA MAIS USAR ESSE CASAL NA OBRA DO SENHOR.MAIS UM TESTEMUNHO DO RETIRO ESPIRITUAL DE GUAPIMIRIM REALIZADO EM 04/03/2011.

ATENTAR COM DILIGÊNCIA

“Portanto, convém-nos atentar, com mais diligência, para as coisas que já temos ouvido, para que, em tempo algum, nos desviemos delas” (Hebreus 2.1).

Em toda a Palavra de Deus, há segredos que precisam ser conhecidos por nós. Sempre que escutarmos uma pregação do Evangelho, ou lermos a Bíblia, devemos prestar atenção àquilo que o Senhor tem a nos dizer. O conhecimento que nos foi ministrado pelo Espírito Santo nunca deve ser desperdiçado, pois, nele, há o poder necessário para fazer o que nos está sendo anunciado. Nesta mensagem, o Altíssimo revelará a você alguns dos Seus segredos, os quais serão de muita utilidade para a sua vida.
As forças das trevas tentam, a cada instante, roubar-lhe a fé ou desviá-lo do Caminho, pois sabem que, se você andar segundo o que o Senhor orienta, irá tornar-se um destruidor de fortalezas, alguém perigoso para o mal.
Observe: convém atentarmos para as Escrituras com mais diligência, interesse e atenção para o que já temos ouvido. Deus não fala por acaso e não nos leva a tomar conhecimento do que não for necessário para o nosso crescimento e a nossa proteção. O Todo-Poderoso nos guarda e nos abençoa pela fé, por meio das nossas atitudes em oração e de acordo com o que ensina Sua Palavra.
Tudo o que você tem ouvido de Deus possui o poder necessário para fazer o que lhe é anunciado. Então, em momentos de crise, não é preciso desesperar-se para ouvir a direção do Senhor, pois Ele trabalha com antecipação. Ao lembrar-se do que você aprendeu nos cultos, ou por meio da leitura bíblica, o Espírito do Senhor virá sobre a sua vida, avivará a sua fé e irá torná-la como que em brasas. Dessa forma, você poderá determinar o que lhe foi revelado.
Quando a Bíblia declara que é nossa obrigação atentarmos para o que já temos ouvido, o Senhor está mostrando, em outras palavras, que o inimigo tentará induzir-nos a passarmos por cima da revelação. Ora, os dons divinos são irrevogáveis; portanto, basta crermos que aquilo que o Todo-Poderoso nos falou é verdade, para que Sua Palavra entre em ação.
O erro de muita gente é desviar-se do Caminho do Senhor. Quem age dessa forma e, depois, fica clamando a Deus, a fim de que Ele fale de novo, ainda não aprendeu que Ele não retira o dom que nos concedeu. Basta nos arrependermos da maldade que fizemos com a nossa vida e com o plano divino, lembrarmo-nos do que nos foi comunicado e tomarmos posse da bênção.
Fique alerta, pois, um dia, prestaremos contas de tudo o que nos foi dado. De fato, teremos de entregar com o devido lucro os talentos que nos foram confiados, e quem não for capaz disso terá um triste fim (Lucas 19.11-27). Portanto, seja aquilo para o qual o Senhor o chamou!

Em Cristo, com amor,

sexta-feira, 29 de abril de 2011

A MANEIRA CERTA DE SE APRESENTAR

“Preparado está o meu coração, ó Deus, preparado está o meu coração; cantarei e salmodiarei.”
Salmo 57.7

Mesmo fugindo da fúria incontrolável do rei Saul, Davi soube preparar seu coração para não envergonhar o seu Deus, pois sabia que as lutas as quais vinham sobre ele não surpreendem o Senhor. O Pai sabe de todas as tentações que nos cercam, e, se Ele as permite, é porque está treinando-nos para algo maior. O Senhor não pode confiar muito a quem pouco sabe, por isso é preciso que a pessoa passe pelo deserto, mas sem pecar, como aconteceu com o Senhor Jesus.
Davi não se deixou abalar pelas lutas. Ele sabia que a decisão de Saul de matá-lo era real, mas estava firme nas promessas divinas. Não importa o que o inimigo tente fazer contra a sua vida, pois tudo o que ele faz é para matá-lo espiritualmente e, se possível, fisicamente também. Prepare-se com aquilo que diz a santa Palavra e você sairá vencedor. O diabo jamais vencerá os que forem firmes na fé.
Tudo aquilo que o Altíssimo promete tem apenas um endereço: você. Não há nada que o diferencie das pessoas usadas por Ele no passado, a não ser o tipo de chamada. Não posso querer, por exemplo, ser guiado como o profeta Isaías, pois o poder pertence ao Altíssimo, o qual orienta os homens como deseja, mas tenho certeza de que, no que Ele reservou para mim, serei usado de modo muito poderoso. O mesmo deve ocorrer com qualquer indivíduo que entender o plano divino e cumpri-lo.
Não se apresente ao Senhor sem estar equipado para a missão a ser dada por Ele. Os problemas pelos quais você passa no momento são parte da preparação que Deus lhe está concedendo. Então, não fuja dos propósitos divinos nem se revolte se estiver sendo perseguido por algum Saul. O Pai cumprirá o que determinou para você, a menos que os seus planos atrapalhem os dEle.
Davi entendeu que o que lhe acontecia era parte dos planos do Altíssimo para a vida dele, por isso sabia que estava apto a vencer todas as batalhas. Essa certeza você terá quando superar as investidas do diabo contra seu viver. Não se entregue a nenhuma tentação, mas fique firme no que você tem aprendido da Palavra.
O salmista garantiu que não choraria pela adversidade nem culparia o Senhor, pois entendia que aquilo fazia parte do seu treinamento; por isso, ele comporia salmos para Deus. Tenha a mesma atitude, pois você foi chamado para sair vitorioso das lutas e ser a pessoa que o Pai deseja usar no presente e nos dias que se seguirão. O Altíssimo não Se equivocou ao convocá-lo para fazer parte do Corpo de Jesus, Sua Igreja.
Portanto, seja positivo em todos os momentos e não se deixe vencer pelo desânimo nem pelo cansaço. Deus cumprirá o que a seu respeito foi planejado. Aquele que perseverar até o fim verá o quanto vale a pena ser fiel ao Senhor (Mt 24.13).

Em Cristo, com amor,

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Ezequiel 3

E sucedeu que, ao fim de sete dias, veio a palavra do SENHOR a mim, dizendo:
Filho do homem: Eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e avisá-los-ás da minha parte.
Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; e tu não o avisares, nem falares para avisar o ímpio acerca do seu mau caminho, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua iniqüidade, mas o seu sangue, da tua mão o requererei.
Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniqüidade, mas tu livraste a tua alma.
Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça, e cometer a iniqüidade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá: porque tu não o avisaste, no seu pecado morrerá; e suas justiças, que tiver praticado, não serão lembradas, mas o seu sangue, da tua mão o requererei.
Mas, avisando tu o justo, para que não peque, e ele não pecar, certamente viverá; porque foi avisado; e tu livraste a tua alma.

ATOS DESNECESSÁRIOS E PERIGOSOS

“E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso” (Mateus 16.22).
Nesta passagem, o Senhor havia elogiado Pedro por sua resposta brilhante, na qual revelou crer que Jesus é o Mestre, o Filho de Deus. Contudo, Ele o advertiu do seguinte fato: não foi por meio de seu intelecto que o discípulo entendeu que Cristo era o Senhor, mas, sim, pela revelação do Pai, que está nos Céus. No entanto, meu irmão, em vez de meditar no que ouviu de Jesus, Pedro se deixou levar pelo inimigo e, pasme, logo a seguir, quando o Salvador falava do que Lhe sucederia, achou-se no direito de repreendê-lO.
Esse episódio nos ensina a termos cuidado para não cairmos em erro semelhante, achando falta em Deus. É bom verificarmos a fonte daquilo que ouvimos, certificando-nos desta questão: o que sentimos vem do Altíssimo ou não? Ora, essa resposta vem ao nosso coração por meio da pregação da santa Palavra, afinal, o que vem do Céu tem de estar de acordo com o que dizem as Escrituras. Na verdade, nem tudo aquilo que ocorre em nosso coração vem do Senhor. Um erro muito comum, por exemplo, é não prestarmos atenção ao que sentimos e, então, logo entregarmos a “mensagem” como se ela fosse da parte do Senhor. Isso é perigoso, pois, se não vem dEle, vem do inimigo, direta ou indiretamente.
Outra lição é que alguém pode até ser usado pelo Todo-Poderoso de modo espetacular, mas, se não vigiar, será levado pelas artimanhas do maligno, que, aproveitando um momento de vacilação, entra com suas desculpas esfarrapadas ou mesmo uma inspiração produzida nos porões mais profundos e sujos do inferno. No caso que estamos estudando, o apóstolo chegou a “dar-Lhe” uma lição de moral, sem se dar conta do que estava fazendo. Às vezes, agimos de forma parecida, não é verdade?
O que ocorreu não foi um ato simples, sem maiores consequências, mas uma entrada do diabo para levar o discípulo a atrapalhar o plano divino. Quem não vigia, em uma conversa descompromissada, pode ser usado pelo adversário para tirar uma pessoa da vontade de Deus, dando-lhe conselhos que nada têm a ver com o Altíssimo. Isso é coisa séria! Se você não tem uma palavra da parte do Pai, o certo é ficar calado. Jamais profira algo que não seja o que Ele lhe deu para entregar a alguém.
Pense neste exemplo: imaginemos que certa pessoa tenha caído em pecado, e o Senhor a está disciplinando. Ela sente que errou e começa a confessar sua transgressão. Então, ao nos encontrar, ela diz que sente a mão divina pesando sobre sua vida (Salmo 32.4). Sem pensar, dizemos a ela que isso é pura bobagem; basta reconhecer que pecou e pedir o perdão de Deus, pois, assim, tudo acabará. Ela afirma que já fez isso – mas, na verdade, não como deveria fazer. Então, nós a convencemos a acreditar que tudo já está resolvido, e o melhor agora é tirar esse pensamento da cabeça. Ela, por sua vez, acredita e resolve não mais abrir seu coração para o Senhor. Quem é o responsável pela sua atitude? Quem terá de prestar conta por tal ato? Pense nisso!
Em Cristo, com amor,

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Lucas 6.46

E por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que eu digo?
Qualquer que vem a mim e ouve as minhas palavras, e as ob-serva, eu vos mostrarei a quem é semelhante:
É semelhante ao homem que edificou uma casa, e cavou, e abriu bem fundo, e pôs os alicerces sobre a rocha; e, vindo a enchente, bateu com ímpeto a corrente naquela casa, e não a pôde abalar, porque estava fundada sobre a rocha.
Mas o que ouve e não pratica é semelhante ao homem que edificou uma casa sobre terra, sem alicerces, na qual bateu com ímpeto a corrente, e logo caiu; e foi grande a ruína daquela casa.

CUIDADO COM AS MÁS CONVERSAÇÕES

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.”
1 Coríntios 15.33

Deus nos deu Sua Palavra para que tivéssemos Sua direção em tudo. Depois, usou o apóstolo Paulo para nos orientar a não nos enganarmos com as más conversações, pois elas têm um poder grande de corromper. Por trás desse tipo de conversa, está a mão do maligno, que, com a sua nocividade, é capaz de levar para o inferno muitos salvos. O melhor é sempre evitá-las, porque quem cair em sua enganação pode ter certeza de que se corromperá e, consequentemente, sofrerá muito para sempre, pois perderá a salvação.
As más conversações abrangem desde as chocarrices, em que as pessoas gostam de fazer gracejos de quem, quase sempre, tem algum problema de raciocínio ou deficiência física, até o lado moral, em que se comentam, muitas vezes, mentiras a respeito do procedimento de alguém. O certo é convidarmos a pessoa a respeito da qual falaremos a se fazer presente.
O melhor é fugir dos assuntos que têm a influência do diabo. Tudo o que não se baseia nas Escrituras, ou não conversaríamos na presença de Jesus, não é assunto para nenhum cristão. O que se tem de falar em voz baixa, ou só para alguns grupos, não vem de Deus. Devemos conversar somente a respeito de assuntos que direta ou indiretamente estão registrados na Palavra do Senhor.
Conversar sobre temas lícitos, produtivos e sem conotação imoral ajudará muito todos aqueles que participarem da conversa. Falar desses temas é tão bom que não é preciso importar-se com quem está por perto. Aliás, esse tipo de assunto agrada ao Senhor, pois, ainda que a Palavra não seja diretamente citada, Ele é glorificado. Bom seria se tudo o que fizéssemos redundasse em louvor ao nosso Pai.
Também é muito importante não deixarmos que os bons costumes sejam corrompidos, pois, do contrário, a poesia da vida se esvai. Quando uma sociedade permite que seus costumes sejam prostituídos, ela caminha a passos largos para a degradação e para bem perto do caos moral. Não é bom esquecer que somos o sal da terra (Mt 5.13).
Com Deus ninguém deve brincar. Por Ele ser justo e ter ensinado ao homem o que é correto, Ele julgará todos os que se derem à injustiça. Até em civilizações nas quais o Evangelho ainda não é conhecido, as pessoas têm um sentimento do que é correto ou não. Isso prova que o Criador deixou no coração do homem a informação certa. Se uma pessoa que não conhece o Altíssimo pratica algo errado, algo dentro dela a alerta. Isso é o que chamamos de consciência.
Por fim, vale lembrar que os que agirem de modo correto serão aprovados, e o destino deles será o Céu. Já o destino dos reprovados será o suplício eterno.

Em Cristo, com amor,

   

terça-feira, 26 de abril de 2011

A PORTA DO CORAÇÃO

A porta do coração
Um homem havia pintado um lindo quadro e, no dia de apresentá-lo ao público, convidou todos para vê-lo. Compareceram as autoridades locais, fotógrafos, jornalistas, e muita gente, pois o pintor tinha fama de grande artista. Chegando o momento, tirou-se o pano que cobria o quadro. Houve calorosos aplausos. Era uma impressionante figura de Jesus batendo à porta de uma casa. O Cristo parecia vivo. Com as mãos de dedos longos batia suavemente e, com os ouvidos juntos à porta, parecia querer ouvir se lá dentro alguém respondia. Houve discursos e elogios. Todos admiravam aquela obra de arte. Um observador curioso, porém achou uma falha no quadro: a porta não tinha fechadura!
Como se fará para abri-la?- É assim mesmo, respondeu o pintor. Esta é a porta do coração humano, só se abre do lado de dentro.Fiz uma chave mas só entrego pra você...

TUDO ELE EXECUTA

“Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa.”
Salmo 57.2

Esta é uma verdade em que toda pessoa que crê no Senhor precisa acreditar: não há por que se desesperar. A Palavra de Deus é repleta de citações que falam da fidelidade dEle a tudo o que Seus lábios pronunciaram (Sl 89.34); por isso, todos aqueles que fazem a vontade divina não devem deixar o medo – o qual, diga-se de passagem, é um espírito – possuir seu coração. Afinal, o servo de Deus deve sempre ser intrépido.
O nosso Deus é Altíssimo. Quem poderia desafiá-lO? Se Ele entrar na batalha em seu favor, o inimigo, desesperado, fugirá imediatamente. O poder dEle está além da compreensão humana. Em um mesmo instante, Ele se manifesta nos quatros cantos do planeta e nada O impede de operar. Como Criador de tudo, Ele sabe como fazer para nos atender com sucesso completo, no entanto temos de aprender a usar tal poder.
O Pai executa tudo para aqueles que nEle confiam. Nunca houve nem haverá algo demasiadamente difícil para o Senhor. Basta clamá-lO para que venha em socorro de quem pede Sua intervenção. Ao colocar a confiança na Palavra divina, o necessitado pode considerar-se abençoado, pois, ainda que os Céus e a Terra passem, o que Ele prometeu jamais haverá de passar (Mt 24.35).
Você é quem faz o Senhor executar qualquer obra; basta crer no que Ele tem dito e determinar que aquilo se torne realidade em sua vida. A cura, assim como qualquer outro benefício que Deus pode fazer em favor de qualquer pessoa, é um direito de todos. A obra de Cristo no Calvário nos livrou de todo o poder do inimigo.
Um dos grandes benefícios executados para nós é o perdão dos nossos pecados. Com o pecado, o homem torna-se servo do diabo, mas, com o perdão providenciado para nós, depois que Jesus foi moído pelas nossas transgressões, já não existe mais nada a ser feito em relação ao pecado, apenas crer.
A Palavra declara que o castigo que nos traz a paz esteve sobre Jesus (Is 53.5). Então, não há nada que precisamos fazer ou pagar para que tenhamos paz. Basta tão somente acreditar no fato de que o Senhor vela sobre Sua Palavra, determinar a bênção e passar a crer no que foi ouvido. Não temos de ficar perturbados, oprimidos ou depressivos por causa da vida de erro que levávamos. Quem nasce na família de Deus torna-se nova criatura. Por isso, as coisas velhas passaram e tudo se fez novo (2 Co 5.17).
Não há limites nas operações do Senhor, pois Ele executa tudo para aqueles que confiam em Sua Palavra. Esse é o segredo para colocar o poder divino em ação. Então, não se deixe vencer pelo inimigo, o qual mente ao dizer que Deus não atenderá você, pois não quer perdê-lo. Tudo o que o Pai tinha de fazer por você já foi feito. Portanto, faça a sua parte: determine sua bênção.

Em Cristo, com amor,

   

segunda-feira, 25 de abril de 2011

LEVANTADOS PARA PELEJAR

“E dos gaditas se retiraram a Davi, ao lugar forte no deserto, varões valentes, homens de guerra para pelejar, armados com rodela e lança; e seus rostos eram como rostos de leões, e eles eram ligeiros como corças sobre os montes.”
1 Crônicas 12.8

O mover de Deus sobre todo o Israel para que Davi fosse coroado rei é digno de ser estudado. Em suas múltiplas revelações, encontramos lições de grande valor que, se aprendidas, irão ajudar-nos muito em nossa caminhada de fé. Tudo o que aconteceu para que ele fosse feito rei teve a operação da mão do Senhor. Em nossa vida também o mesmo ocorre, principalmente, se somos pessoas de fé, que servimos a Deus com um coração puro e destemido. De fato, nossa atitude faz bastante diferença.
A Palavra fala dos varões da tribo de Gade, os quais procuraram Davi no deserto e eram considerados homens valentes. Essa é uma das características que os cristãos devem ter. O diabo consegue convencer muitos filhos de Deus de que somente quem tem um corpo forte, pesado ou bem preparado em artes marciais, ou de guerra, deve fazer frente às investidas das forças das trevas. Contudo, a verdade é que isso não tem nada a ver com a obra do Senhor, pois esta não é feita por força nem por violência, mas pelo Espírito de Deus (Zc 4.6). Na verdade, o Senhor capacita plenamente os que Ele chama.
O texto santo também nos informa que eles eram homens de guerra para pelejar. Os chamados para serem guerreiros do Senhor não devem aceitar que fiquem fora das batalhas. Deus chama outros para tomarem conta do escritório, fazerem obras sociais, dentre outras funções. Já os valentes, homens de guerra, precisam sempre se lembrar de que, se não guerrearem, as batalhas serão perdidas. Os que têm essa chamada não devem deixar-se levar pelas oportunidades comerciais, ou pelos pecados, os quais afloram pelo mundo afora.
Esses que foram se juntar às forças do rei Davi levavam consigo rodela e lança. Eles iam prontos para atacar e se defender. Da mesma forma, quem não tiver esse cuidado jamais será bem-sucedido em sua missão. Nenhum soldado em serviço deve encontrar-se sem o armamento necessário para desempenhar, com êxito, sua participação na luta. Os que não levam os armamentos que o Senhor tem concedido, no momento crucial da batalha, não sairão vitoriosos. Ora, o cristão não deve ser derrotado nunca.
O rosto deles era como de leões, os quais são animais que não têm noção de medo, e aqueles homens estavam determinados a entrar na peleja e lutar com todas as forças. Não tome parte de batalha alguma se você não estiver decidido a vencer. Mesmo sendo de Deus, se for guerrear sem uma estratégia, provavelmente, você se decepcionará muito. Por outro lado, com o rosto como o do Leão, que é Jesus, você conseguirá aterrorizar o inimigo.
Outro fator a notar é que esses valentes eram ligeiros como as gazelas sobre os montes. Ninguém corria tão rápido quanto eles. Isso nos ensina que eles treinaram até chegar a essa condição de excelência. Faça o mesmo com a Palavra do Senhor; assim, você logrará êxito completo.

Em Cristo, com amor,
   

domingo, 24 de abril de 2011

OS MAIS MISERÁVEIS

“Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.” 1 Coríntios 15.19

Paulo foi o responsável pela doutrinação da igreja cristã. Dos seus lábios e da sua pena também Deus mostrou como os crentes em Cristo devem viver. No versículo citado, sendo usado pelo Espírito de Deus, o apóstolo chamou algumas pessoas de miseráveis. Quem são elas? Aquelas que desfazem da obra que o Senhor Jesus fez por toda a humanidade ao morrer na cruz do Calvário.
O apóstolo afirmou que há alguns mais miseráveis que outros, e estes são aqueles que também se dizem cristãos, mas cuja fé só serve para que sejam curados, prósperos e livres dos perigos desta vida. Essas pessoas sequer pensam no que lhes acontecerá após a morte. Ora, o maior milagre que Deus pode fazer na vida de alguém é salvar a sua alma e mantê-la em santidade. Aqueles que se dão às paixões, deixam-se envolver pela carne e não pensam no seu futuro eterno, sem dúvida, são os mais miseráveis.
É loucura não crer nas advertências do Senhor sobre a vida eterna. Aqui, podemos viver 70, 80 anos ou até mais, mas o dia chegará, e tudo terminará, e nós não deixaremos de existir. Então, lá do outro lado, onde para sempre existiremos, se não nos tivermos preparado, estaremos perdidos. Pior será para os que se perderam eternamente, pois não viverão pelos becos de algumas vielas no Céu, por exemplo, esmolando um prato de comida, mas estarão no inferno, sendo atormentados dia e noite.
A estupidez de não crer na Palavra divina é a maior que alguém pode praticar. O Senhor, por não desejar nossa perdição eterna, adverte-nos a respeito de só pensarmos nesta vida. Ora, estaremos vivos para todo o sempre. Daqui a 999 trilhões de anos, vezes a mesma quantia, multiplicado pelo número que resultou da operação, vezes a mesma quantidade, quem entrou na eternidade perdido estará para sempre perdido, em sofrimento. Então, fuja desse destino certo para os perversos.
Talvez, nesta vida, você encontre desculpas para tudo, mas o que você dirá quando ficar frente a frente com o Altíssimo no tribunal eterno? Será que o seu pecado não será revelado? Deus irá “Se sujar” para esconder o seu erro? Claro que não, pois até as intenções do coração serão reveladas (Hb 4.12). Então, conserte-se enquanto há tempo. Seja sábio e não se deixe enganar pela conversa do inimigo. Ele mente desde o princípio, e o que mais quer é levá-lo para o sofrimento eterno. Não dê ao diabo o direito de tê-lo ao seu lado. Lembre-se: sua oportunidade de ser salvo é agora!
Este é o momento mais certo para você se levantar e proibir Satanás de continuar a usá-lo no pecado. Tome a decisão mais importante da sua vida: saia do grupo dos mais miseráveis. Acerte-se com o Senhor, agora, e seja para sempre uma pessoa abençoada.

Em Cristo, com amor,

   

sábado, 23 de abril de 2011

João 21.14-17

E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dentre os mortos.
15 E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.
16 Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.
17 Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.

INFALÍVEL AMOR

“A caridade [o amor, na versão RA] nunca falha; mas, havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá.”
1 Coríntios 13.8

Por não prestar atenção ao que Jesus ensinou, muitas pessoas dizem que, hoje, Deus não fala mais com Seu povo por meio de profecias, que não é mais preciso falar em línguas estranhas, e a ciência está desaparecendo. Os que assim afirmam gostam de citar essa declaração do apóstolo Paulo, mas eles se esquecem de que o que é perfeito – o amor – foi ensinado por Jesus como algo diferente do que pensam ser. Já os que se deixam ser ensinados pelo Mestre desfrutam do melhor da vida, pois cumprem os requisitos mínimos para que o Senhor aja; com isso, eles podem viver no mais alto nível.
Cristo afirmou que o amor em ação é ter os mandamentos e guardá-los (Jo 14.21). Ora, quem guarda os mandamentos se completa, pois, ao provar que ama o Senhor, será amado pelo Pai e por Cristo. Mas o melhor é que ambos, Deus Pai e Deus Filho, irão manifestar-Se a essa pessoa. Quem tem a manifestação de Cristo é completo na fé, nada lhe falta. O segredo para ser bem-sucedido na vida espiritual é guardar os mandamentos. Quais? Todos os que você toma conhecimento pela Escritura e os que o Altíssimo revela diretamente ao seu coração.
Na presença do amor de Deus em ação, não haverá uma batalha sequer que não seja ganha. Lembre-se: o ato de o Senhor nos amar significa que Ele jamais Se esquecerá das Suas promessas e as cumprirá sempre. Com isso, Seu mais perfeito relacionamento conosco se tornará realidade. Deus é descrito nas Escrituras como amor, e, para que O tenhamos em Sua forma plena, basta darmos atenção ao que Ele nos fala no imperativo e cumprirmos Suas ordens. Sem dúvida, o Pai deseja realizar-Se em todo aquele que Ele recebe por filho.
Cada cristão precisa lutar para aprender os mandamentos e esforçar-se para cumpri-los, a fim de que não seja jamais decepcionado na fé. Sempre que Deus nos orienta a fugir do pecado, Ele o faz para nosso bem. A verdade é que, estando no erro, o homem estará nas mãos do inimigo e, não pecando, ele estará seguro nas mãos do Pai. Pecar, seja o pecado que for, é coisa muito séria, pois quem o praticar receberá um salário – a morte. No entanto, quem praticar a justiça receberá um pagamento – a vida eterna. O que fazemos com os mandamentos revelados a nós mostra como viveremos. Se formos fiéis no cumprimento deles, seremos bem-sucedidos.
Com a plena operação do amor, não precisaremos de profecias, línguas e ciência, visto que viveremos na plenitude da revelação de Deus. Quem tem os mandamentos e os guarda aprende o que é, verdadeiramente, ter Jesus habitando nele. Para este, a vida com Cristo é, de fato, abundante, pois ele não conhece problemas, derrotas e sofrimentos; ao contrário, iguala-se aos heróis da fé dos tempos bíblicos em suas ações e, por isso, é cada vez mais abençoado.

Em Cristo, com amor,

   

sexta-feira, 22 de abril de 2011

HÁ UMA RECOMPENSA PARA OS SERVOS

“Porque quero que saibais quão grande combate tenho por vós, e pelos que estão em Laodiceia, e por quantos não viram o meu rosto em carne” (Colossenses 2.1).
O que é ser servo de Deus? É cumprir fielmente o que o Senhor ordena. Por isso, devemos tomar conta dos nossos irmãos e combater o mal com todas as nossas forças. O que acontece a qualquer um deles deve ser motivo de oração. Intercedendo por eles, seremos recompensados!
Apesar de Jesus ter dito que não nos chamaria de servos, porque sabemos o que Ele faz (João 15.15), a verdade é que nós o somos. Ele dirá para uns que eles foram servos bons e fiéis, e a outros, que foram maus servos (Mateus 25.14-30). Ele ainda falou do servo inútil, o qual só fez o que lhe foi mandado, mas não o chamou de servo mau ou infiel. Temos de ficar atentos ao menor mover dos lábios do nosso Mestre e partir para cumprir a Sua vontade.
Quem é verdadeiro servo de Deus não tem qualquer outra prioridade na vida a não ser obedecer ao Pai. Para muita gente o que interessa é a casa própria, o automóvel, a boa mobília, mesa farta, as boas roupas e os recursos no banco. Mas, para quem sabe que foi escolhido como servo do Altíssimo, o que mais importa é cumprir o plano divino, pois tem ciência de que Ele cuida do resto. Como você tem vivido? O que tem falado em suas orações? O que mais o preocupa? Será que, verdadeiramente, você é servo de Deus?
Caim, o homicida de seu irmão, respondeu de modo mau ao Senhor quando foi perguntado por Abel, dizendo que não era seu guarda (Gênesis 4.9). Sim, todos nós somos guardas dos nossos irmãos, tanto os que descendem de nossos pais quanto aqueles que nasceram na família de Deus. Por esse motivo, temos de batalhar em favor deles, ainda que alguns nem tenham visto o nosso rosto, ou nunca o verão.
A nossa luta não pode ser somente o uso de algumas palavras, mas deve ser um combate de gigantes. Temos de usar toda a nossa capacidade em Deus e não podemos brincar de orar por quem quer que seja, ou daremos conta da nossa desídia. Se o Senhor lhe mostra que alguém está prestes a cair em algum erro, não deixe para depois: imediatamente, assuma seu lugar de servo e batalhe até a vitória ser dada àquela pessoa.
Ao tomarmos conhecimento de alguma coisa ruim que está acontecendo ou poderá suceder com um irmão em Cristo, devemos prontamente entrar em guerra em seu favor. A nossa oração pode muito no Senhor. Ele jamais nos daria uma missão para cumprirmos apenas se achássemos que devemos obedecer, não é verdade?
O Senhor Jesus disse que quem desse – ainda que fosse – um copo de água fria a algum dos seus irmãos, por mais pequeninos que fossem, seria recompensado (Mateus 10.42). Imagine o quanto receberemos se dermos nosso tempo e nossa fé em favor de alguém que precisa de ajuda. Ele haverá de nos recompensar por tudo o que fizermos em benefício de qualquer um que pertença ao Seu Corpo. Não deixe de assumir seu lugar em Cristo! Batalhe com firmeza em favor de todos os que Ele lhe tem revelado!
Em Cristo, com amor

quinta-feira, 21 de abril de 2011

O PRIVILÉGIO DOS OBEDIENTES

“Todos estes perseveravam unanimemente em oração e súplicas, com as mulheres, e Maria, mãe de Jesus, e com seus irmãos.”
Atos 1.14

Durante os 40 dias após a ressurreição, até o Senhor voltar para o Céu, Jesus apareceu a muitas pessoas. Em uma dessas vezes, mais de quinhentas viram-nO ressuscitado (1 Co 15.6). Elas tiveram um grande privilégio: ver o Rei eterno em Seu corpo ressurreto. Então, Ele reuniu os Seus em um monte e deu as últimas instruções: ordenou que ficassem em Jerusalém até que do Alto fossem revestidos do poder celestial. A seguir, Ele foi elevado até que uma nuvem O encobriu diante deles (At 1.4-9).
Daquelas mais de 500 pessoas, muitas tiveram coisas mais importantes a fazer. Sem dúvida, deveria haver homens de negócios que se desculparam por não poder estar sempre no cenáculo, pois tinham de cuidar dos seus empreendimentos; gente que tinha de se casar, fazer alguma viagem, tomar conta do gado, dentre outras tarefas. Mesmo por motivos justos e lícitos, perderam a grande experiência de serem as primeiras a receber o batismo no Espírito Santo. Que prejuízo!
No entanto, cento e vinte, de modo unânime, ficaram firmes na obediência à Palavra do Mestre e não ignoraram a ordem divina (At 1.15). Hoje, Deus fala a muitos corações, mas poucos deles se dispõem a cumprir o mandamento. As desculpas podem ser boas e lícitas do ponto de vista humano, porém a verdade é que os planos divinos jamais devem ser deixados de lado ou para depois. A obra de Deus sempre deve ocupar o primeiro lugar em nossa vida.
Não importa se o Altíssimo envia um grande empresário a um lugar paupérrimo para falar do amor divino a um pobre miserável. Seja a pessoa que for, ela é digna de que desperdicemos qualquer coisa em seu favor, pois, além de ser um semelhante nosso, a ordem partiu do Senhor dos senhores, do Rei dos reis e, por isso, deve tornar-se nossa obrigação. Os que cumprem o que lhes é mandado fazer, sem dúvida alguma, agradam a Deus. A alegria do Senhor é nossa força (Ne 8.10).
Aquele grupo de obedientes ficou muitos dias servindo ao Senhor com orações e súplicas. O que fizeram foi além do que dizer palavras bonitas a Ele, mas uma plantação de sementes que, mais tarde, produziu grandes colheitas para o Reino de Deus e, por extensão, para eles e para nós também. Quando o tempo se cumpriu, Jesus os visitou. Que privilégio foi o deles: participar do nascimento da Igreja de Cristo na Terra.
Sem dúvida, a maioria deles se desviou. Paulo fala que eram mais de 500 irmãos que viram Jesus de uma só vez. Aonde teriam ido? O que faziam longe do plano divino? Cuidado! Se você não cumprir o que é mandado, também estará fora dos privilégios que só os fiéis terão.

Em Cristo, com amor

quarta-feira, 20 de abril de 2011

NÃO DESPREZE ESTE CONSELHO

“Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.”
1 Pedro 5.7

Por mais ansiosos que estejamos, não conseguiremos operar a justiça divina se não usarmos as armas que Ele nos dá e seguirmos Sua direção. Qualquer ação que não esteja dentro dos limites que a Palavra nos impõe, mesmo que aparentemente seja justificada pelos ímpios, é um ato nefasto e perigosíssimo. A contagem do povo feita por Davi, por exemplo, foi inspirada por Satanás e, por isso, ele teve de pagar caro demais (1 Cr 21.1; 2 Sm 24.1). Você acha que Deus colocou esse fato nas Escrituras só para que soubéssemos que o rei de Israel também errou? Sem dúvida, foi para nos advertir a não cairmos nos laços de Satanás.
Nosso Pai sabe de todas as coisas. Se Ele permite que alguma tentação venha sobre a sua vida, há um objetivo nisso. Deus levou Jesus ao deserto para ser tentado pelo diabo, mas Cristo não caiu. Diz a Escritura que o Altíssimo não deixa vir sobre nós tentação senão humana e, com ela, Ele nos dá o escape (1 Co 10.13). Então, dá para entender que, no mínimo, o Senhor mede a capacidade que o inimigo tem de nos tentar e a nossa capacidade de resistir às suas artimanhas. Se o diabo tiver mais condições de nos vencer, Deus não permitirá que a prova chegue até nós.
Então, entenda bem: você já tem capacidade de vencer qualquer tentação pela qual esteja passando; portanto, não frustre o Senhor, pois Ele espera de você atitude e decisão iguais as que Jesus teve quando o maligno O tentou no deserto (Mt 4.1-10). Se estiver no meio de uma grande prova, creia no fato de que Deus lhe dará o escape. Não fique ansioso, achando que precisa fazer algo além das suas forças, nem aceite a mentira do adversário de que a crise pela qual você está passando não findará. Mais um pouco e você verá o quanto a sua fé em Deus pode realizar.
O Senhor já tem cuidado do que você necessitará a fim de passar pela prova. Ele é fiel e jamais deixará um só dos Seus filhos nas mãos do diabo. Deus já providenciou e colocou, na sua vida e na sua fé, tudo de que precisa para se tornar a pessoa vitoriosa que a sabedoria divina planejou. Tudo o que é necessário para o seu sucesso já lhe foi concedido; por isso, a Escritura declara que, em Cristo, você é mais do que vencedor (Rm 8.37). Se você crê que isso é verdade, por que duvidar? Não acha que está na hora de tomar uma decisão e fazer valer os seus direitos?
Todos os nossos irmãos dos dias bíblicos, bem como os que os sucederam até hoje, tiveram os mesmos problemas com as tentativas do diabo de lhes roubar a felicidade eterna. Uns poucos se deixaram levar pelas mentiras do enganador e, por isso, pagaram um preço alto. O mesmo ocorrerá com todo aquele que não der atenção especial ao que Deus fala. Aqueles que foram fiéis em cumprir o que o Senhor mandava saíram muito bem em todas as emboscadas do inimigo. Isso serve de exemplo para que também façamos o mesmo. Não se deixe enganar, pois ser bem-sucedido é a vontade do Pai para você.

Em Cristo, com amor

terça-feira, 19 de abril de 2011

MEDITAÇÂO

MEDITEMOS EM: I JOÃO 5.14-15. " ESSA É A CONFIANÇA QUE TEMOS NELE,QUE,SE PEDIRMOS ALGUMA COISA,SEGUNDO A SUA VONTADE,ELE NOS OUVE. E, SE SABEMOS QUE NOS OUVE EM TUDO O QUE LHE PEDIMOS,SABEMOS QUE JÁ ALCANÇAMOS OS PEDIDOS QUE LHE FIZEMOS".

segunda-feira, 18 de abril de 2011

DEUS LUTA CONOSCO

Dúvidas sempre surgem sobre o que Deus quer de nós, porque nós temos o nosso próprio "querer". Observe Jacó, o patriarca. Deus veio e lutou com Jacó,  até que Jacó submeteu sua própria vontade. Depois disso ele se agarrou em Deus até que recebeu a única coisa que almejava – a bênção de Deus.
Deus não emite novos planos diariamente.Os exemplos Bíblicos , na maioria,são as instruções para Apóstolos como Pedro, Paulo e João, porque o trabalho deles era crucial para o futuro da igreja. Se simplesmente continuarmos e fizermos o que precisa ser feito, Deus vai nos abençoar nos tomar pelas mãos enquanto vamos.


AGRADECIMENTOS






OBRIGADO A TODOS NOSSOS IRMÃOS E IRMÃS EM ESPECIAL AOS VISITANTES QUE ESTIVERAM EM NOSSA IGREJA NO FINAL DE SEMANA NO CULTO DE AÇÃO DE GRAÇAS PELO ANIVERSÁRIO DA DIACONISA NADIR E A SRA.EUZA,NA ESCOLA BÍBLICA,NO ALMOÇO COM OS IRMÃOS,NO CULTO DE LOUVOR E ADORAÇÃO AO SENHOR DEUS.
FOI BOM VOCÊS TEREM VINDO.

E NOSSO AGRADECIMENTO AO PRESBÍTERO MARCOS POR SEU EMPENHO NO DIA DE HOJE

A Igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida é uma instituição inspirada por DEUS para alcançar os corações das ovelhas perdidas da casa de Israel por toda a face da terra
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida esta nos braços do SENHOR JESUS a esperar por todos os cansados e oprimidos para a divulgação das boas novas, pois, disse JESUS:




Mateus 11:28



Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

O Purificador

Ezequiel 36

Dize portanto à casa de Israel: Assim diz o Senhor DEUS: Não é por respeito a vós que eu faço isto, ó casa de Israel, mas pelo meu santo nome, que profanastes entre as nações para onde fostes.
E eu santificarei o meu grande nome, que foi profanado entre os gentios, o qual profanastes no meio deles; e os gentios saberão que eu sou o SENHOR, diz o Senhor DEUS, quando eu for santificado aos seus olhos.
E vos tomarei dentre os gentios, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra.
Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei.
E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis

domingo, 10 de abril de 2011

A Vigilância

 


Isaías 48

Ouvi isto, casa de Jacó, que vos chamais do nome de Israel, e saístes das águas de Judá, que jurais pelo nome do SENHOR, e fazeis menção do Deus de Israel, mas não em verdade nem em justiça.
E até da santa cidade tomam o nome e se firmam sobre o Deus de Israel; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome.
As primeiras coisas desde a antiguidade as anunciei; da minha boca saíram, e eu as fiz ouvir; apressuradamente as fiz, e aconteceram.
Porque eu sabia que eras duro, e a tua cerviz um nervo de ferro, e a tua testa de bronze.
Por isso te anunciei desde então, e te fiz ouvir antes que acontecesse, para que não dissesses: O meu ídolo fez estas coisas, e a minha imagem de escultura, e a minha imagem de fundição as mandou.
Já o tens ouvido; olha bem para tudo isto; porventura não o anunciareis? Desde agora te faço ouvir coisas novas e ocultas, e que nunca conheceste.
Agora são criadas, e não de há muito, e antes deste dia não as ouviste, para que porventura não digas: Eis que eu já as sabia.
Nem tu as ouviste, nem tu as conheceste, nem tampouco há muito foi aberto o teu ouvido, porque eu sabia que procederias muito perfidamente, e que eras chamado transgressor desde o ventre.
Por amor do meu nome retardarei a minha ira, e por amor do meu louvor me refrearei para contigo, para que te não venha a cortar.
Eis que já te purifiquei, mas não como a prata; escolhi-te na fornalha da aflição.
Por amor de mim, por amor de mim o farei, porque, como seria profanado o meu nome? E a minha glória não a darei a outrem.
Dá-me ouvidos, ó Jacó, e tu, ó Israel, a quem chamei; eu sou o mesmo, eu o primeiro, eu também o último.
Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra mediu os céus a palmos; eu os chamarei, e aparecerão juntos.
Ajuntai-vos todos vós, e ouvi: Quem, dentre eles, tem anunciado estas coisas? O SENHOR o amou, e executará a sua vontade contra babilônia, e o seu braço será contra os caldeus.
Eu, eu o tenho falado; também já o chamei, e o trarei, e farei próspero o seu caminho
2 Reis 6
E o servo do homem de Deus se levantou muito cedo e saiu, e eis que um exército tinha cercado a cidade com cavalos e carros; então o seu servo lhe disse: Ai, meu senhor! Que faremos?
E ele disse: Não temas; porque mais são os que estão conosco do que os que estão com eles.
E orou Eliseu, e disse: SENHOR, peço-te que lhe abras os olhos, para que veja. E o SENHOR abriu os olhos do moço, e viu; e eis que o monte estava cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu.
E, como desceram a ele, Eliseu orou ao SENHOR e disse: Fere, peço-te, esta gente de cegueira. E feriu-a de cegueira, conforme a palavra de Eliseu.
Habacuque 2
Sobre a minha guarda estarei, e sobre a fortaleza me apresentarei e vigiarei, para ver o que falará a mim, e o que eu responderei quando eu for argüido.
Então o SENHOR me respondeu, e disse: Escreve a visão e torna bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo.
Porque a visão é ainda para o tempo determinado, mas se apressa para o fim, e não enganará; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará
Efésios 2
Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos),
E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;
Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.
Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie;
Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.
Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;
Que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.
Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.
Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,
Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,
E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.
E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto;
Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito.
Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;

Cidadão do Céu

<>Apocalipse 12<>


E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.

E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite.

E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte.

Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco

segunda-feira, 4 de abril de 2011

chamada para o arrependimento WMV V9



Joel 2

Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto.
E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.
Quem sabe se não se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de alimentos e libação para o SENHOR vosso Deus?

sábado, 2 de abril de 2011

O Exercício da Fé




Gênesis 13

E disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se apartou dele: Levanta agora os teus olhos, e olha desde o lugar onde estás, para o lado do norte, e do sul, e do oriente, e do ocidente;
Porque toda esta terra que vês, te hei de dar a ti, e à tua descendência, para sempre.
E farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que se alguém puder contar o pó da terra, também a tua descendência será contada.
Levanta-te, percorre essa terra, no seu comprimento e na sua largura; porque a ti a darei.
E Abrão mudou as suas tendas, e foi, e habitou nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e edificou ali um altar ao SENHOR

Josué 3

SENHOR disse a Josué: Hoje começarei a engrandecer-te perante os olhos de todo o Israel, para que saibam que, assim como fui com Moisés, assim serei contigo.
Tu, pois, ordenarás aos sacerdotes que levam a arca da aliança, dizendo: Quando chegardes à beira das águas do Jordão, parareis aí.
Então disse Josué aos filhos de Israel: Chegai-vos para cá, e ouvi as palavras do SENHOR vosso Deus.
Disse mais Josué: Nisto conhecereis que o Deus vivo está no meio de vós; e que certamente lançará de diante de vós aos cananeus, e aos heteus, e aos heveus, e aos perizeus, e aos girgaseus, e aos amorreus, e aos jebuseus.
Eis que a arca da aliança do Senhor de toda a terra passa o Jordão diante de vós.
Tomai, pois, agora doze homens das tribos de Israel, de cada tribo um homem;
Porque há de acontecer que, assim que as plantas dos pés dos sacerdotes, que levam a arca do SENHOR, o Senhor de toda a terra, repousem nas águas do Jordão, se separarão as águas do Jordão, e as águas, que vêm de cima, pararão amontoadas.
E aconteceu que, partindo o povo das suas tendas, para passar o Jordão, levavam os sacerdotes a arca da aliança adiante do povo.
E quando os que levavam a arca, chegaram ao Jordão, e os seus pés se molharam na beira das águas (porque o Jordão transbordava sobre todas as suas ribanceiras, todos os dias da ceifa),
Pararam-se as águas, que vinham de cima; levantaram-se num montão, mui longe da cidade de Adão, que está ao lado de Zaretã; e as que desciam ao mar das campinas, que é o Mar Salgado, foram de todo separadas; então passou o povo em frente de Jericó.
Porém os sacerdotes, que levavam a arca da aliança do SENHOR, pararam firmes, em seco, no meio do Jordão, e todo o Israel passou a seco, até que todo o povo acabou de passar o Jordão.

Zacarias 3

E ele mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do SENHOR, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor.
Mas o SENHOR disse a Satanás: O SENHOR te repreenda, ó Satanás, sim, o SENHOR, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo?
Josué, vestido de vestes sujas, estava diante do anjo.
Então respondeu, aos que estavam diante dele, dizendo: Tirai-lhe estas vestes sujas. E a Josué disse: Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniqüidade, e te vestirei de vestes finas.
E disse eu: Ponham-lhe uma mitra limpa sobre a sua cabeça. E puseram uma mitra limpa sobre a sua cabeça, e vestiram-no das roupas; e o anjo do SENHOR estava em pé.
E o anjo do SENHOR protestou a Josué, dizendo:
Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares a minha ordenança, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre os que estão aqui.
Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens portentosos; eis que eu farei vir o meu servo, o RENOVO

Lucas 22

Chegou, porém, o dia dos ázimos, em que importava sacrificar a páscoa.
E mandou a Pedro e a João, dizendo: Ide, preparai-nos a páscoa, para que a comamos.
E eles lhe perguntaram: Onde queres que a preparemos?
E ele lhes disse: Eis que, quando entrardes na cidade, encontrareis um homem, levando um cântaro de água; segui-o até à casa em que ele entrar.
E direis ao pai de família da casa: O Mestre te diz: Onde está o aposento em que hei de comer a páscoa com os meus discípulos?
Então ele vos mostrará um grande cenáculo mobilado; aí fazei preparativos.
E, indo eles, acharam como lhes havia sido dito; e prepararam a páscoa.

Isaías 59

Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem agravado o seu ouvido, para não poder ouvir
Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.
Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniqüidade; os vossos lábios falam falsidade, a vossa língua pronuncia perversidade

Follow by Email

PREGAÇÕES EM DVD

PRESENTEIE A QUEM VOCÊ AMA,EVANGELIZANDO COM AS MENSAGENS DOS NOSSOS CULTOS,FAÇA SEU PEDIDO ATRAVÉS DO NOSSO SITE www.igrejacvv.com.br. PARTICIPE DO NOSSO MINISTÉRIO!

ACESSE NOSSO SITE

www.igrejacvv.com.br E ASSISTA CULTOS ON LINE

Sobre nós

A Igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida é uma instituição inspirada por DEUS para alcançar os corações das ovelhas perdidas da casa de Israel por toda a face da terra.
Com o evento da criação do Ministério Caminho, Verdade e Vida, o Senhor JESUS revelou ao coração do presidente Pastor Gilberto Luiz Chaves o seguimento das três portas do Santuário que Moisés realizava para a adoração do SENHOR DEUS durante o trajeto do êxodo do povo de Israel pelo deserto.
O santuário era composto com três seções para adoração, onde uma delas apenas ao sumo sacerdote era permitido pelo poderoso DEUS adentrar em adoração; A cada seção do santuário havia uma porta .
Hoje com a Graça de DEUS através de seu filho unigênito JESUS CRISTO, essas portas foram substituídas pela GRAÇA DE CRISTO QUE LEVOU SOBRE SI AS NOSSAS DORES E AFLIÇÕES, e a cada porta daquele santuário de outrora, hoje conhecemos que a 1ª porta do santuário é o CAMINHO, a 2ª porta do santuário é a VERDADE, finalmente a 3ª porta do Santuário é a VIDA.
Assim, JESUS é o Caminho e a Verdade e a Vida, como diz no Evangelho de João 14: 6, o santuário vivo do Poderoso DEUS, onde toda a adoração é devida a ele, pois, diz a sua palavra:
“Ninguém vem ao Pai senão por mim”
Desta forma Pastor Gilberto Luiz Chaves teve inspiração de DEUS a denominar A Igreja Pentecostal Caminho Verdade e Vida para realização de trabalho de evangelização e divulgação das Boas Novas a todas as criaturas dispostas a encontrar o SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO.
Pastor Gilberto Luiz Chaves é advogado militante com especialização em advocacia Previdenciária, formado desde 1985, exerce suas atividades profissionais seculares regularmente com escritório fixo há mais de 13 anos no mesmo local; foi batizado em 20 de junho de 1990 no Rio Jororó iniciando seu Ministério de Diaconato, quando em 2006 foi consagrado Evangelista pelo Pastor Oscar Luiz de Oliveira Presidente da Assembléia de DEUS Fonte de Amor donde concluiu então o Curso de bacharel em Teologia da Faculdade de Educação Teológica do Estado de São Paulo em 2007, iniciando o Ministério Pastoral.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida detém a valorosa contribuição do Pastor NELCY CHAVES, regularmente inscrito na ORDEM DOS MINSTROS DO BRASIL, homem de fé com mais de 20 anos de Ministério já Pastoreou nas Igrejas Missionária Cristã, Comunidade Ramá, Assembléia de DEUS em Gramacho e agora com mais de 80 anos de idade é colocado como ESTACA DE ORIENTAÇÃO USADO PELO PODEROSO DEUS.
A igreja Pentecostal Caminho, Verdade e Vida esta nos braços do SENHOR JESUS a esperar por todos os cansados e oprimidos para a divulgação das boas novas, pois, disse JESUS:
Mateus 11:28
Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.